nsc

Fiscalização

TCE fará auditoria em obra da nova ponte da Barra da Lagoa, em Florianópolis

Estrutura deve ficar pronta em agosto deste ano

25/06/2019 - 13h56 - Atualizada em: 27/06/2019 - 19h28

Compartilhe

Mateus
Por Mateus Boaventura
Ponte da Barra da Lagoa, em Florianópolis
Obra da ponte da Barra da Lagoa entrou na fase final após cinco anos
(Foto: )

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Dado Cherem, determinou que a Diretoria de Controle de Licitações e Contratações (DLC) realize auditoria minuciosa de contratos, documentos, projetos, cronogramas, orçamentos, licenças, execução contratual e atendimento ao interesse público na nova ponte sobre o canal da Barra da Lagoa. Recentemente o Governo do Estado prorrogou o prazo de conclusão da obra para dia 31 de agosto, alegando atraso nos trabalhos por causa da chuva do mês de maio. 

A determinação de uma auditoria veio junto com outra solicitação. O TCE quer que a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) apresente um plano de ação estabelecendo providências, prazos e responsáveis para solucionar problemas identificados em 15 pontes (entre elas a ponte da Barra da Lagoa), 8 passarelas e 3 bueiros-galerias. 

Lista 

1) Ponte sobre o Rio Papaquara – SC 401;

2) Ponte sobre o Rio Palha – SC 401;

3) Ponte sobre o Rio Papaquara/ Jurerê – SC 402;

4) Ponte sobre o Rio Ratones – SC 402 – pista Norte;

5) Ponte sobre o Rio Ratones – SC 401;

6) Ponte sobre o Rio Vadik;

7) Ponte sobre o Canal do Peri – SC 406;

8) Ponte sobre o Rio Pântano do Sul – SC 406;

9) Ponte sobre o Rio Tavares – Avenida Deputado Diomício de Freitas – SC 401;

10) Ponte sobre canal da Barra da Lagoa – SC 406; 

11) Ponte sobre o Rio Tavares – SC 405;

12) Passarela Canasvieiras – SC 401;

13) Passarela TISAC – Beira Mar Sul;

14) Passarela Beira Mar Sul – SC 401;

15) Passarela Escola Estadual Júlio da Costa Neves – SC 401;

16) Passarela Saco Grande – SC 401;

17) Passarela Centro Administrativo;

18) Passarela Floripa Shopping;

19) Galerias Beira Mar Sul – SC 401.

Os auditores do Tribunal observaram as condições de fundações, pilares, vigas, lajes, encontros e cabeceiras, drenagem, sinalização, aterros, guarda-corpos, barreiras e defensas, mas o fato é que a inspeção aconteceu em 2017. E justamente nesse intervalo de tempo a Estado já corrigiu algumas estruturas, como as três passarelas da Via Expressa Sul. A reportagem CBN Diário acompanhou a reforma em maio deste ano.

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade também explicou que "especificamente sobre esta determinação divulgada no dia 12 de junho de 2019, a Secretaria ainda não foi notificada. De qualquer maneira, com as informações recebidas pela imprensa, o secretário Hassler já solicitou um levantamento sobre as estruturas citadas para saber a real situação delas hoje, uma vez que o levantamento do TCE foi feito há dois anos."

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas