nsc
dc

Fora

Técnico Hemerson Maria deixa Figueirense ao entregar o cargo 

Treinador pede demissão e não vai mais comandar o Alvinegro 

29/07/2019 - 16h00 - Atualizada em: 29/07/2019 - 17h07

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Hemerson Maria pede demissão do Figueirense
Hemerson Maria pede demissão do Figueirense
(Foto: )

Hemerson Maria não é mais o técnico do Figueirense. O treinador entregou o cargo na tarde desta segunda-feira, antes de treinamento no Orlando Scarpelli. O Figueira vai enfrentar o Vitória às 19h15min desta terça-feira, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O comandante pediu demissão.

Hemerson Maria comunicou a decisão aos atletas no vestiário do Orlando Scarpelli. O treinamento estava marcado para às 15h30min, porém sequer foi iniciado. O treino apronto para o jogo da 13ª rodada da Série B não foi realizado. Novamente, por conta dos atrasos de salários de atletas e funcionários, os jogadores não farão concentração para a partida. Eles se apresentam ao jogo no dia da partida.

A assessoria de imprensa do clube informou que a saída de Hemerson Maria e não haver treinamento nesta segunda-feira foi "decisão interna"

O auxiliar Márcio Coelho, o Gugu, vai comandar a equipe de forma interina. Hemerson Maria informou aos atletas que não trabalha enquanto não houver mudança na gestão do Figueirense. Ele deixou claro que não irá dirigir a equipe enquanto Claudio Honigman for presidente do Figueira.

- (O motivo da saída é) falta de respeito como a gente está sendo tratado. É a primeira vez que peço demissão. As outras vezes rompemos os contratos por resultados, mas sempre cumpri meus compromissos, pois gosto de trabalho de início, meio e fim. Eu conversei, alertei, lutei e implorei em determinado momento. O Figueirense tem um grupo de atletas honrados, mas eu como comandante não podia fazer vistas grossas e não me posicionar. Houve uma quebra de confiança e quando isso acontece é melhor deixar o caminho aberto para as partes seguirem. Jogadores e funcionários pediram para que eu ficasse, mas com a atual gestão não tem jeito de continuar - disse o técnico antes de deixar o Orlando Scarpelli (clique aqui e saiba mais da entrevista).

Desde o começo do ano na função, Hemerson Maria acumulou 34 partidas no comando do Figueirense. Foram 14 vitórias, 14 empates e seis derrotas. O aproveitamento em todos os jogos é de 55%, entre jogos do Catarinense 2019, Recopa Catarinense, Copa do Brasil e Série B do Campeonato Brasileiro. Na competição nacional o Figueira é o 10º colocado, com 18 pontos em 12 jogos.

Hemerson Maria demonstrou profunda insatisfação depois do empate em 1 a 1 com o Criciúma, no último sábado. Na entrevista coletiva após a partida, relatou situações ocorridas por conta da crise financeira (clique aqui e leia mais).

Leia mais notícias e opiniões sobre o Figueirense.

Colunistas