publicidade

Ademar Paes Junior 

Tecnologia integrada ao novo perfil do paciente

A nova realidade representa uma importante conquista, porém, é acompanhada por muitos e grandes desafios. 

10/06/2019 - 14h26 - Atualizada em: 17/06/2019 - 09h56

Compartilhe

Por Tech SC
(Foto: )
1
(Foto: )

O desenvolvimento da tecnologia na medicina é resposta não apenas à necessidade de possibilitar avanços no diagnóstico e no tratamento das doenças, mas também atende à mudança do perfil do paciente. Hoje, ao ir no consultório médico, quem busca assistência à saúde não tem somente o papel de receber prontas as orientações do profissional, mas interage com dados disponíveis no mundo digital e com sua própria experiência de vida, buscando prevenção.

A nova realidade representa uma importante conquista, porém, é acompanhada por muitos e grandes desafios que envolvem especialmente a qualidade da informação e a segurança da relação estabelecida entre o médico e o paciente.

Essa transformação é tão importante que foi tema de debate na Feira Hospitalar 2019, realizada de 21 a 24 de maio, em São Paulo, considerada a principal vitrine do mercado nacional e internacional do setor, onde acontecem lançamentos e apresentação de produtos inovadores, soluções e serviços.

O painel “A tecnologia no engajamento e experiência do paciente” foi promovido pela Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde (ABIMED), e teve a participação de Lívia Cunha, CEO e fundadora da startup Cuco Health; Scott Whitaker, CEO da AdvaMed (Associação de Tecnologia Médica Avançada, dos Estados Unidos); Sidney Klajner, presidente da Sociedade Israelita Brasileira Albert Einstein e Waldemir Cambiucci, Diretor do Centro de Tecnologia da Microsoft no Brasil.

Importantes reflexões foram abordadas no debate, que certamente precisam ser disseminadas:

• Entre os requisitos mais importantes para propiciar uma boa experiência a pacientes e beneficiários do sistema de saúde está a necessidade de se criar um ambiente no qual a tecnologia ajude as pessoas a serem escutadas, para que suas dúvidas sejam esclarecidas com informação de qualidade e fidedignas.

• A tecnologia tem que estar cada vez mais integrada na vida dos pacientes, educando e ajudando na aderência aos tratamentos.

• O mundo está a caminho de um processo de desospitalização da saúde.  Algoritmos e aparatos tecnológicos possibilitam cada vez mais que as pessoas sejam tratadas fora do hospital. Isso requer um novo olhar de gestores de todos os níveis e esferas.

• A mudança do papel do paciente em decorrência das transformações digitais requer agilidade da indústria, bem como todo do ecossistema da saúde, para que se antecipem às novas demandas e a um cenário do qual já fazem parte recursos como mobilidade, redes sociais, nuvem inteligente, Big Data e Inteligência Artificial.

*Ademar Paes Junior é médico radiologista e presidente da ACM

Leia todos os artigos publicados por Ademar de Oliveira Junior

Deixe seu comentário:

publicidade