nsc
santa

MEMÓRIA DE SC

Tragédia de 2008: há 10 anos, o Morro do Baú desmoronava deixando dezenas de mortos

Na noite de sábado, 22 de novembro de 2008, as consequências da chuva intensa chegavam a Ilhota, cidade que mais registrou mortes na catástrofe

22/11/2018 - 11h53 - Atualizada em: 17/12/2020 - 09h05

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
Lama, barro e destruição tomaram conta da localidade, em Ilhota.
Lama, barro e destruição tomaram conta da localidade, em Ilhota.
(Foto: )

Era noite de sábado quando as chuvas intensas que caíam sobre o Vale do Itajaí trouxeram as primeiras consequências na região do Morro do Baú, em Ilhota. Por lá, morros vieram abaixo e fizeram a cidade ser o epicentro da tragédia de 2008 com o maior número de mortos: 47 no total.

O isolamento por conta das dezenas de escorregamentos na localidade e a falta de comunicação – não havia área de telefonia móvel na região – fizeram os moradores do Morro do Baú ficarem em martírios entre lama, barro, destruição e mortes. Só dois dias depois do estopim da catástrofe que os primeiros helicópteros sobrevoaram a região, resgatando sobreviventes e levando mantimentos àqueles que ainda não poderiam ser retirados de lá.

No chão, houve quem escrevesse "SOS", sinal universal para o pedido de socorro depois de quatro dias isolado entre a floresta e a lama (confira na galeria de fotos abaixo). No Complexo Esportivo do Sesi, em Blumenau, sobreviventes eram levados de helicóptero. Famílias à espera de entes queridos e lamentação marcavam a ida ao local seguro.

Pensei que o mundo ia acabar. Tem muita gente morta lá

Valdemar Schmitt, morador do Morro do Baú, após o grande deslizamento no local.

Ilhota foi devastada, a cidade não existe mais”

Paulo Drun, diretor de Defesa Civil de Ilhota.

Deslizamento na região do Baú.
Deslizamento na região do Baú.
(Foto: )

Moradores buscam por pessoas desaparecidas entre o barro e os escombros.
Moradores buscam por pessoas desaparecidas entre o barro e os escombros.
(Foto: )

Destruição e lama no Morro do Baú, em Ilhota.
(Foto: )

Resgate das pessoas atingidas no Baú.
Resgate das pessoas atingidas no Baú.
(Foto: )

"SOS" escrito no chão de um terreno no Morro do Baú, em Ilhota.
"SOS" escrito no chão de um terreno no Morro do Baú, em Ilhota.
(Foto: )

Até o ribeirão foi tomado pela lama no Morro do Baú.
Até o ribeirão foi tomado pela lama no Morro do Baú.
(Foto: )

Colunistas