nsc
santa

Economia

Transformadores gigantes da WEG feitos em Blumenau vão ser exportados para a África

Equipamentos têm quase 350 toneladas e irão “ajudar no desenvolvimento econômico da região”, diz a empresa

11/04/2021 - 08h30

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
Foto publicada pela empresa mostra dimensão do equipamento.
Foto publicada pela empresa mostra dimensão do equipamento.
(Foto: )

Dois transformadores gigantes fabricados pela WEG em Blumenau serão exportados para a África. Os equipamentos têm 348 toneladas cada, mais de 10 metros de altura e, de acordo com a companhia de máquinas elétricas, são os maiores já produzidos pela empresa. A foto acima mostra a dimensão do aparato que tem potência de 500 mil quilovoltamperes (Kva). Só para se ter ideia, um transformador comum usado na rede elétrica tem, em média, 100 Kva.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

Em nota, a WEG afirma que os transformadores vão dar mais “robustez, flexibilidade e confiabilidade” no fornecimento de energia, o que “contribui diretamente para o desenvolvimento da economia local”. Ambos serão encaminhados para a África do Sul. A empresa ainda informa que a proporção do maquinário ameniza o impacto da escassez de energia elétrica na região em que será instalado e faz parte de um programa de investimentos em energia complementar.

> Leia também: Santa Catarina tem dois bilionários na lista global da Forbes de 2021

> E mais: Qual é o segredo da Weg, a “fábrica de bilionários”?

O primeiro transformador gigante vai embarcar ainda em abril. A previsão é de que o segundo seja exportado no mês de maio, o que anteciparia o prazo de entrega. A previsão é de que em até dois meses ambos os equipamentos cheguem à África, em um procedimento logístico considerado de alta complexidade. Para o executivo da WEG na África do Sul, Jan-Frederik Viljoen, o negócio envolvendo ambas as megaestruturas reafirma a consolida da empresa no mercado:

— O trabalho feito, envolvendo participação da nossa equipe da África do Sul, reafirma o compromisso da WEG com o desenvolvimento de nossos colaboradores, transferência de competências e, consequentemente, com o desenvolvimento do país

A WEG mira o mercado africano desde 2013. Naquele ano, a empresa comprou planta de fabricação de transformadores e minissubestações pertencentes à Hawker Siddeley Electric Africa, formando a subsidiária WEG Transformers Africa. Dois anos depois, a companhia adquiriu outra sul-africana, a TSS Transformers, com foco em fabricação de transformadores de alta tensão, minissubestações, disjuntores moldados e serviços correlatos.

Colunistas