nsc

Pandemia

UPA de São José usa a cada 3 horas oxigênio previsto para 15 dias

Unidade teve 14 pessoas no oxigênio na terça e restringiu à noite o ingresso apenas de casos graves

17/03/2021 - 09h14 - Atualizada em: 17/03/2021 - 09h25

Compartilhe

Juliana
Por Juliana Gomes
UPA de São José em atendimento nessa terça
UPA de São José em atendimento nessa terça
(Foto: )

Onze pacientes estão no oxigênio na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São José na manhã desta quarta-feira (17), de acordo com a prefeitura. Na terça (16), eram 14 pessoas nesta condição no local. Com isso, durante a noite, a unidade permitiu o ingresso apenas de casos graves.

Por meio da assessoria de imprensa, o Executivo informou que o estoque de oxigênio, antes suficiente para 15 dias, passou a ser consumido a cada 3 horas. A prefeitura não divulgou a quantidade de oxigênio em metros cúbicos para o período mencionado.

De acordo com o boletim do governo do Estado dessa terça, São José tem 28.641casos de covid-19 e 326 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia.

> Florianópolis volta atrás e permite permanência em praias até as 18h

> Unidades básicas de Palhoça passam a atender apenas casos suspeitos de covid-19 e urgências

Em Palhoça, todas as unidades básicas de saúde (UBS) passaram a atender apenas pessoas com sintomas respiratórios e urgências em geral, conforme portaria da prefeitura publicada na segunda (15). Os pacientes com sintomas leves vão para o Centro de Referência para Atendimento à covid-19 e casos moderados a graves para a UPA 24h, de acordo com o documento.

Restrições elaboradas por prefeitos da Grande Florianópolis estão em vigor desde terça para conter o avanço da Covid-19 na região. Na prática, os prefeitos decidiram que as proibições do último fim de semana em todo o Estado passarão a valer na Grande Florianópolis, só que das 18h às 6h entre esta terça-feira e a próxima, dia 23 de março. Das 6h às 18h, as atividades seguem permitidas, mas com restrição de 25% da ocupação dos espaços.

Na noite de terça, a capital voltou atrás e decidiu liberar as praias até as 18h para circulação, permanência e circulação de pessoas. 

Colunistas