nsc
santa

INFLUENZA 

Vacinas contra a gripe acabam em cidades do Vale do Itajaí no primeiro dia de campanha 

Alta procura e o número menor das primeiras doses enviadas contribuíram para a situação

23/03/2020 - 16h51 - Atualizada em: 23/03/2020 - 17h02

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Novas doses serão enviadas pelo Ministério da Saúde
Novas doses serão enviadas pelo Ministério da Saúde
(Foto: )

No primeiro dia da Campanha Nacional de imunização contra a gripe, cidades do Vale do Itajaí já registram a falta de vacinas. A alta procura e o número menor de vacinas contribuíram para a situação. Em Gaspar, a imunização está suspensa até a chegada da próxima remessa. Em Timbó e Pomerode o estoque já é baixo. Blumenau priorizará até metade desta semana idosos em casas de repouso, hospitalizados e profissionais da saúde. Não há informação sobre falta de vacina até o momento na cidade, que recebeu 15 mil doses.

O Governo Federal envia o material para o Estado, que distribui para as regiões. A previsão é que até sexta-feira (27) os municípios recebam mais uma parte das vacinas. Como a Campanha foi antecipada em um mês, a primeira remessa representou cerca de 35% do que normalmente é disponibilizado às Secretarias Municipais de Saúde.

Em Gaspar, a quantidade enviada seria suficiente para vacinar 55% da população idosa. Até o início da tarde desta segunda-feira (23) foram vacinados 40% do público-alvo da primeira etapa. O que restou será destinado aos acamados. Conforme a prefeitura, mesmo com a alta procura, as unidades de saúde conseguiram evitar aglomerações.

Em Pomerode ocorreu o mesmo, garante a secretária de Saúde Lígia Hoepfner. São quase cinco mil idosos na cidade e mais de 500 trabalhadores da Saúde. O estoque de 1.570 doses deve acabar nesta terça-feira (24), caso a procura continue no ritmo desta segunda. Apenas durante a manhã mais de 500 pessoas procuraram as quatro escolas e uma unidade de saúde que estão atendendo os idosos.

- Teve bastante gente, mas não houve aglomeração - conta Lígia.

Em Timbó, 1.930 doses foram recebidas. Na tarde desta segunda, os bairros Capitais, Vila Germer, Padre Martinho e Nações já estavam sem vacinas. O município tem pouco mais de 5 mil idosos para vacinar. - Nenhum morador irá ficar sem a vacina - , garantiu Sabrina Grassi, coordenadora da Vigilância Epidemiológica.

A recomendação agora é que as pessoas aguardem o novo lote para a retomada da campanha em algumas cidades.

Colunistas