nsc
    dc

    É MENTIRA!

    Veja 10 mensagens falsas sobre o coronavírus espalhadas através da internet

    O Ministério da Saúde desmente as receitas falsas 

    03/02/2020 - 18h30 - Atualizada em: 04/02/2020 - 15h52

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Ministério monitora doença e divulga boletins diários
    Ministério monitora doença e divulga boletins diários
    (Foto: )

    Considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma emergência de saúde internacional, o coronavírus não só desperta apreensão da população no mundo inteiro como, também, curiosidade. São inúmeras as dúvidas sobre o novo vírus que já matou mais de 350 pessoas e contaminou milhares. Há também muitas mensagens falsas, as famosas fake news.

    São receitas de chá, de vitaminas e de remédios que se espalham por meio de grupos nas redes sociais, notificações sobre o cancelamento de eventos, como o Carnaval, que nunca existiram e, até mesmo, alertas sobre o consumo de produtos enviados da China. Veja abaixo dez mensagens falsas, segundo o Ministério da Saúde.

    Leia também: Morador de Rio do Sul, no Alto Vale, é segundo caso suspeito de coronavírus em SC

    Mentiras sobre o coronavírus

    1. Britânico que curou coronavírus com uísque e mel - FALSO

    Entre as mensagens espalhadas indiscriminadamente através de grupos e rede de contatos das redes sociais, a mais recente fala sobre a cura da infecção com um método bem simples. Mas não houve milagre, nem cura por enquanto, porque nenhum remédio ainda foi capaz de prevenir a infecção pelo coronavírus.

    ****
    (Foto: )

    2. Receita de óleos para combater coronavírus - FALSO

    Uma mensagem pronta e repassada através das redes sociais mostra a receita de um óleo supostamente antiviral, que protegeria contra o novo coronavírus. Segundo o Ministério da Saúde, a mensagem é falsa. Afinal, até o momento, não há nenhum medicamento específico, infusão ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo coronavírus.

    ****
    (Foto: )

    3. Carnaval cancelado - FALSO

    Pode ficar tranquilo, o Carnaval ainda está de pé! Mensagens falsas, com frases e formatos diferentes, dizem para que os foliões desistam da tradicional festa brasileira, que inclusive traz estrangeiros ao país.

    O Ministério da Saúde, por sua vez, informou que "no momento, não há comprovação que o novo coronavírus esteja circulando no Brasil, portanto não há precauções adicionais recomendadas para o público em geral. O isolamento só é recomendado para os casos suspeitos da doença".

    ***
    (Foto: )

    4. Chá imunológico ou combinação de vitaminas - FALSO

    A imunidade pode aumentar quando a alimentação é balanceada, quando vitaminas são ministradas com supervisão de médicos ou até mesmo com alguns chás, mas nada ainda foi comprovado como prevenção ou combate para o novo vírus.

    Nem as receitas compartilhadas, nem as fotos da embalagem de vitaminas ou os vídeos de médicos que estariam recomendando métodos de prevenção são verdadeiras, segundo o Ministério da Saúde.

    ***
    (Foto: )

    5. Imagem de pessoas mortas no meio da rua - FALSO

    Uma foto repassada nas redes mostra muitas pessoas caídas no chão, em via pública, o que remete a pessoas mortas. A foto, segundo o Ministério da Saúde, não é de uma cena real da China, mas um registro fotográfico, feito em 2014 em Frankfurt, na Alemanha, de um projeto artístico para lembrar as 528 vítimas do campo de concentração nazista "Katzbach".

    ****
    (Foto: )

    6. Vacina contra o coronavírus - FALSO

    As vacinas ainda estão em fase de teste em diferentes países. Sobre a matéria, o Ministério da Saúde diz o seguinte:

    "Na própria matéria diz que a vacina entrará em fase de teste em junho. Somente após muitos testes é possível comprovar a eficiência e segurança de uma vacina. Desta forma, até o momento não se pode afirmar que existe uma vacina pronta e criada."

    ***
    (Foto: )

    7. Pesquisa de universidade brasileira descobre novos sintomas - FALSO

    Mensagens atribuem estudos que falam sobre novos sintomas do coronavírus à pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Segundo o MS, a UFRJ não não tem condições técnicas para realizar uma pesquisa desse gênero, porque o vírus nem sequer chegou ao Brasil.

    O MS também desmente os sintomas indicados na falsa mensagem: "Além disso, não há evidências científicas de que o novo coronavírus provoque esses danos cerebrais".

    ***
    (Foto: )

    8. Mortes por coronavírus no Brasil - FALSO

    A mensagem diz que o governo brasileiro esconde a verdade sobre o vírus. E cita o dia 26 de janeiro como base para os dados falsos divulgados na mensagem, o que não é verdade. O Ministério da Saúde informou que, até dia 29 de janeiro, foi notificado sobre nove casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil.

    É na China que estão concentrados os casos confirmados da doença. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), foram identificados 6.065 casos do novo coronavírus no mundo, sendo 5.997 na China.

    **
    (Foto: )

    9. Sopa de morcego transmissora do coronavírus - FALSO

    De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) não existe nenhuma comprovação científica de que "sopa de morcego" tenha sido a responsável pela disseminação do novo coronavírus na China. Ainda, segundo divulgou o Ministério da Saúde, com base no boatos.org, as imagens usadas para divulgação dessa informação falsa são de quatro anos atrás.

    **
    (Foto: )

    10. Alerta de emergência do Ministério da Saúde - FALSO

    O Ministério da Saúde não fez nenhuma notificação de emergência ao público com as informações da mensagem abaixo.

    **
    (Foto: )

    E se eu estiver com dúvidas?

    A recomendação para quando receber alguma informação duvidosa é procurar o Ministério da Saúde, através do número: (61)99289-4640. Neste contato, pode encaminhar uma mensagem gratuitamente, com textos ou imagens, para confirmar se a informação procede.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas