nsc
an

Aviação

Vendaval faz avião desistir de pouso em Joinville e voltar para SP

Aeronave veio de Campinas (SP) e precisou retornar por causa das condições climáticas

18/05/2022 - 17h14 - Atualizada em: 19/05/2022 - 13h22

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
Painel mostra o retorno do avião após a tentativa de pouso em Joinville
Painel mostra o retorno do avião após a tentativa de pouso em Joinville
(Foto: )

Um avião com destino ao aeroporto de Joinville foi obrigado a desistir do pouso e voltar ao ponto de origem por causa da força dos ventos que atingem a cidade. O caso ocorreu nesta terça (17) com um avião da companhia Azul, que partiu do aeroporto de Virapocos, em Campinas (SP).

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A aeronave decolou de Campinas às 21h56min e deveria pousar em Joinville às 23h10min. Porém, quando chegou na cidade encontrou condições climáticas que não favoreciam o pouso, com um vendaval que assustou muitos joinvilenses durante a noite.

Sem condições de pouso, o avião chegou a fazer algumas voltas na região, sobrevoando São Francisco do Sul, mas acabou voltando ao aeroporto de Viracopos. O pouso no mesmo ponto de partida ocorreu depois da meia-noite.

Em nota, a Azul destacou que "o pouso e desembarque aconteceram normalmente, e os clientes receberam todo o atendimento necessário da equipe local da Azul, conforme prevê a resolução 400 da Anac, sendo reacomodados em outros voos da companhia".

A empresa disse, também, que "lamenta eventuais aborrecimentos causados" e que "ações como essa são necessárias para garantir a segurança de suas operações".

O site FlightRadar24, que monitora voos no mundo inteiro, registrou a rota do avião. Confira no vídeo:

Ciclone em SC

O ciclone subtropical passou por Santa Catarina na noite de terça-feira (17) e madrugada desta quarta. Os fortes ventos atingiram diversas cidades do Estado e um caminhão chegou a ser derrubado em Bom Jardim da Serra. O veículo estava parado próximo a um mirante.

> Vento do ciclone Yakecan deixa em alerta prédios em obras em Balneário Camboriú

A tempestade Yakecan se deslocou do Rio Grande do Sul para Santa Catarina, causando ventos e levando umidade ao Estado. Ele também está associado a uma frente fria, o que explica o frio e a neve na região serrana.​

Leia também

Onda de frio faz Joinville adiantar abertura de abrigos para pessoas em situação de rua

Rajadas de vento destroem plantações de bananas, e agricultores têm prejuízos milionários no Sul de SC

O que é Yakecan e como são escolhidos os nomes de ciclones no Brasil

Colunistas