A empresa de gestão de rodovias Arteris atingiu no último fim de semana a marca de mais de 1.000 vidas salvas pelas suas três áreas de escape, sendo 903 apenas em estradas conectadas a Santa Catarina. Duas áreas de escape estão localizadas no Paraná, nos km 671,7 e no km 667,3 (BR-376), em Guaratuba, e no km 353 da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), no interior de São Paulo.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

As áreas de escape são locais semelhantes a pistas de Fórmula 1, com profundidade de quase um metro preenchidas com argila expandida, para que os motoristas que percebam uma falha mecânica no veículo possam entrar nesse “desvio” e ter uma frenagem emergencial segura. (Veja vídeo abaixo).

Como funcionam as áreas de escape

Assim que um veículo entra na área de escape, monitorada por câmeras, a Arteris envia os operadores da concessionária para atender à ocorrência e a retirada do veículo. Esse time conta com profissionais de saúde e ambulância, operadores de guincho e também inspetores de tráfego, que auxiliam na sinalização da via para outros motoristas.

A Arteris investiu R$ 38 milhões nas áreas de escape que, desde 2019 até o momento, foram responsáveis por reduzir em 56% o número de acidentes nessas estradas. As iniciativas de segurança da companhia fazem parte das medidas firmadas com o Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) para a preservação da vida e trânsito mais seguro.

Continua depois da publicidade

Veja vídeo dos veículos entrando na área de escape

*Sob supervisão de Andréa da Luz

Leia também

Gigante do setor de investimentos abre vagas para quem quer trocar de carreira em SC

Impasse no Detran de SC pode anular mais de 7 mil multas

Destaques do NSC Total