Pirata é a cachorrinha mascote da Polícia Militar de Criciúma, no Sul de Santa Catarina. A fiel companheira já está tão acostumada com o vai e vem das viaturas que começou a imitar a sirene das motos da corporação. Os policiais filmaram o uivo da cadela, e compartilham nas redes sociais. As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

— Há alguns meses, estávamos testando a sirene da moto e o pessoal notou [o uivo]. Todo dia é feito teste das motos, por questão de segurança, e os policiais verificaram que ela estava imitando — conta o capitão Giovanni Fagundes dos Santos, comandante da Companhia de Policiamento e Apoio Especializado.

Pirata chegou sozinha ao quartel, e recebeu cuidados dos policiais, há cerca de quatro anos. Segundo o comandante, ela estava prenha e teve seis filhotes, que foram doados. A ideia, segundo ele, não era que a cadela ficasse, mas ela chegou muito debilitada e conquistou o carinho dos oficiais. Hoje, ela é a única mascote do quartel.

Assista à cachorra imitando a sirene

Histórico de maus-tratos

Os policiais creditam que Pirata tenha sido vítima de maus-tratos. O nome, inclusive, foi dado pois a cadela tem apenas um olho. O outro provavelmente foi arrancado, dizem os policiais.

Continua depois da publicidade

— Ela não chegava perto [dos policiais]. Sem encostar nela, já saía gemendo de dor. Acho que deve ter sido pelos traumas que deve ter passado — lamenta o comandante.

VÍDEO: Cachorra adotada por policiais imita sirene em quartel de SC
Pirata vive no quartel há cerca de quatro anos (Foto: PMSC, Divulgação)

O quartel tem cães policiais, mas Pirata não faz parte do grupo. Os cuidados são revezados entre os agentes, que fazem vaquinhas para comprar ração e custear idas ao veterinário. Depois de ter tido os filhotes, ela foi castrada. Os policiais não sabem qual a idade da cachorrinha.

Leia mais

Aumenta o número de pontos próprios para banho em praias de Florianópolis no Carnaval

25 nomes excêntricos de cidades em SC têm explicações curiosas; confira

Destaques do NSC Total