nsc
    an

    Afogamento

    VÍDEO: homem é resgatado por helicóptero na Prainha, em São Francisco do Sul  

    Situação foi registrada na manhã desta sexta-feira

    13/12/2019 - 17h57 - Atualizada em: 13/12/2019 - 20h00

    Compartilhe

    Patrícia
    Por Patrícia Della Justina
    Homem se afogou na manhã desta sexta-feira
    Homem se afogou na manhã desta sexta-feira
    (Foto: )

    Um homem de 31 anos foi resgato pelo helicóptero da Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (13), na Prainha, em São Francisco do Sul. Conforme os bombeiros, a vítima foi retirada da água com o auxílio de dois guarda-vidas e por meio de um cesto, técnica chamada de puçá.

    O homem foi conduzido ao Pronto Atendimento de São Francisco do Sul em grau três de afogamento, caracterizado pela aspiração de considerável quantidade de água. Neste grau, em uma escala que varia até seis graus, a vítima pode apresentar sinais como insuficiência respiratória e coloração azulada na pele ou extremidades do corpo.

    Durante a tarde, o homem foi conduzido ao Hospital Municipal de Joinville para realização de exames. O estado de saúde dele é considerado estável.

    Bombeiros dão orientações para prevenir afogamentos

    Especialmente com o aumento das temperaturas e a aproximação do verão, muitas pessoas começam a se deslocar às praias aos fins de semana e feriados até o início da temporada. Com isso, os bombeiros alertam para os riscos de afogamentos eminentes durante o período.

    Confira algumas orientações:

    - Crianças e idosos merecem atenção permanente quando estão se banhando em piscinas, rios, praias ou lagos, pois são mais vulneráveis aos perigos;

    - Adultos têm maior estatística de afogamento e os motivos comuns de afogamento são: consumo de bebidas alcoólicas, excesso de confiança, desconhecimento sobre os perigos e falta de prática de natação;

    - Não é recomendado nadar após ingerir bebida alcoólica;

    - Verifique a profundidade da piscina em que você e sua família frequentam;

    - Nas praias, todos os dias, os guarda-vidas verificam as condições do mar e sinalizam os riscos por meio das bandeiras vermelhas. Os principais riscos são as correntes de retorno. Procure nadar nos locais que têm guarda-vidas, afastado das bandeiras vermelhas;

    - Se você presenciar um afogamento, acione o socorro e arremesse um objeto flutuante para a vítima. Não tente fazer o resgate sem treinamento, pois você poderá ser mais uma vítima;

    - Água no umbigo é sinal de perigo;

    - Não ande sobre pedras ou costões que possam trazer riscos;

    - Em caso de emergências, ligue 193.

    Fonte: Corpo de Bombeiros de Santa Catarina

    Assista ao vídeo o momento do resgate:

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas