Um suspeito de violência doméstica foi pego em Balneário Gaivota, município do Sul de Santa Catarina, nessa quarta-feira (27) com uma caneta e uma faca adaptadas para funcionar como um revólver. Os dois objetos tinham gatilhos com molas e pequenos canos capazes de disparar munições de calibre .22.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

As duas armas adaptadas foram apreendidas pela Polícia Militar (PM) e levadas para perícia da Polícia Científica, que pôde atestar as características e o potencial de disparo dos objetos.

A Polícia Civil em Araranguá, município vizinho a Balneário Gaivota, divulgou um vídeo em que explica o mecanismo por trás dessas armas adaptadas. A unidade também comunicou que o dono dos objetos será investigado agora por suposta posse irregular de arma de fogo.

Já a ocorrência de violência doméstica, que motivou a ida da PM à residência em que as armas estavam, não foi levada à frente, uma vez que a vítima não quis dar prosseguimento à queixa.

Continua depois da publicidade

Veja vídeo de como caneta e faca foram adaptadas para atirar

Leia mais

Organização criminosa fraudou licitações milionárias em metade das cidades de SC

Assaltante invade casa e agride idosa a pauladas em SC

Destaques do NSC Total