Entre as várias heranças da cultura alemã que permanecem em Santa Catarina está o Teufelsgeige, que em português significa “o violino do diabo”. Marca registrada no Carnaval da Alemanha, o instrumento pode ser visto na Festa Pomerana, que termina neste final de semana em Pomerode.

Continua depois da publicidade

Mas afinal, o que é o violino do diabo?

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

O objeto surgiu no século XVII na Alemanha, com o objetivo de ser um instrumento de percussão. Ele é acompanhado dos toques do acordeão, bandoneón e outros que são usados nas músicas típicas. Apesar de ser de origem alemã, o violino é bastante conhecido também na Suíça.

A cultura permanece em Pomerode. Os violinos são sempre tocados por um serrote e personalizados conforme cada percussionista quer. No município, inúmeros moradores têm esse instrumento, entre eles Andreas Findeiss, que é percussionista.

Continua depois da publicidade

Veja fotos

– O motivo de cada um construir o seu instrumento é que cada um coloca a sua essência nele. Cada um faz do seu jeito, do seu gosto, e já para criar até um próprio vínculo com o instrumento. Assim quando tocar, espanta os espíritos ruins – explica Andreas.

Andreas tem o violino há quase seis anos e já o modificou várias vezes para torná-lo “cada vez ainda mais especial e único”, afirma. O instrumento é sempre tocado em festas tradicionais da cultura alemã em Santa Catarina. Neste momento, a festa Pomerana é uma oportunidade de conhecer o violino do diabo mais de perto.

*Texto de João de Carvalho, da NSC TV.

Leia também

Novo dono paga bolada e compra casarão “dos gatos” abandonado no Centro de Blumenau

Destaques do NSC Total