Viajar para o exterior é um sonho de muitos brasileiros. Inclusive, a maioria planeja e guarda dinheiro por muito tempo para ter a experiência de ir para fora do país. Considerando que alguns dos países mais requisitados exigem visto aos turistas do Brasil, é fundamental se preparar para essas situações e não deixar que elas se tornem uma dor de cabeça.

Continua depois da publicidade

Confira quais são os países que demandam a documentação e qual o caminho que você precisa seguir em alguns deles, a variação de preços e muitas outras informações.

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Quais países exigem vistos para brasileiros?

Destinos de todos os continentes do mundo exigem vistos para brasileiros. Por isso, fizemos uma lista dos principais destinos para você saber se precisa começar a se organizar com isso. 

Continua depois da publicidade

  • Estados Unidos
  • Canadá
  • Austrália
  • Europa
  • Japão
  • China
  • Índia
  • Camboja
  • Angola
  • Etiópia

Como funcionam os vistos para brasileiros na América do Sul?

Primeiramente, precisamos ressaltar que quase nenhum país da América do Sul exige visto para viajar até lá. Aliás, 9 desses países não exigem nem passaporte. São eles: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Essa medida se dá pelo acordo do Mercosul, já que o livre trânsito de pessoas entre os países do bloco é permitido. O único local do continente onde o visto é exigido é na Guiana Francesa, pois esse é considerado um território da França, que faz parte da União Europeia.

Como tirar o visto em alguns países

Agora que você já sabe como funciona o visto em nosso continente e quais os países que exigem, cabe uma breve explicação de como fazer em cada país. 

Continua depois da publicidade

Estados Unidos

Um dos países mais requisitados pelos brasileiros, os Estados Unidos se notabilizaram por um trâmite um pouco mais trabalhoso. Por isso, certifique-se de que você tem todos os documentos antes.

Primeiramente, você precisa ir no site da embaixada americana e responder um formulário com o principal motivo da viagem. Em seguida, a embaixada marca uma entrevista onde você justifica novamente a razão da viagem, seus dados pessoais e o tempo de permanência em território americano.

O custo desse processo é, em média, 160 dólares, cerca de R$ 800,00 atualmente.

Canadá 

O Canadá é outro país que chama a atenção de muitos brasileiros, principalmente para os mais jovens. Isso ocorre por ter muitos atrativos para quem quer estudar ou trabalhar. Além disso, existe um equilíbrio entre a quietude rural e a agitação urbana.

Continua depois da publicidade

A saber, o governo canadense cede a liberação de viagens, chamado de “eTA”, para quem tem visto dos EUA regularizado ou tirou o visto canadense nos últimos 10 anos. Caso você não se encaixe em nenhuma das categorias, o governo canadense oferece uma lista com os documentos necessários nesse link.

Europa

Normalmente, a maioria dos países europeus não exige visto de quem vai ficar menos de 90 dias. Porém, para quem quiser permanecer por mais tempo em locais como Portugal e Espanha, a documentação é necessária.

A partir de 2024, os países do bloco europeu exigem o novo Etias (Sistema europeu de informação e autorização de viagens). Contudo, esse documento custa apenas 7 euros e é bem menos rígido que o estadunidense.

Continua depois da publicidade

Etias: tudo sobre o visto para Europa a partir de 2024

Austrália

A viagem para a Austrália pode parecer que não vale a pena pela distância, mas é justamente o contrário. As belas paisagens e a fauna e flora exuberante recompensam as horas que você passará no avião.

Além disso, o visto australiano é um dos mais fáceis de se retirar. É só informar o motivo da viagem e alguns dados pessoais como identidade, endereço e tempo de permanência. A documentaçao sai por 140 dólares australianos, pouco mais de R$ 600.

Japão

Para você que é um entusiasta da cultura e quer conhecer a Terra do Sol Nascente, fique ligado, já que um dos principais pontos para conseguir o visto é o motivo da viagem. Por isso, fique atento às características das razões e o tempo de permanência.

Continua depois da publicidade

Portanto, separe os documentos corretos e leve para o Consulado do Japão mais perto de você.

Leia também

Após término, homem cobra 23 mil euros de ex por “trabalhos domésticos”

Por que quase 500 cães da raça golden surgiram na mesma cidade?

Destaques do NSC Total