nsc

publicidade

Na Guarda

Vitor Miranda analisa o que deu errado no UFC Hamburgo

Catarinense perdeu por decisão unânime para o marroquino Abu Azaitar

23/07/2018 - 06h15

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A sequência negativa aumentou para o catarinense Vitor Miranda. Se antes ele emplacou três triunfos seguidos por nocaute, agora ele está com três derrotas consecutivas. A última delas foi neste domingo, no UFC Hamburgo, na Alemanha, para o marroquino Abu Azaitar por decisão unânime.

E o atleta de Joinville, de forma ponderada, fez uma análise do que não deu certo no combate em seu perfil no Instagram. O peso-médio, agora, corre risco de ser cortado do Ultimate, mas isso não o preocupa - conforme entrevista dada antes da luta.

— Uma luta dura, só que a gente sabia exatamente o que o cara ia fazer e fez exatamente o que a gente sabia. Nós treinamos muito para matar aquele jogo dele, que vem na selvageria e nós tínhamos duas opções: encurtar para clinchar (agarrar), e eu tava bem no clinch, ou derrubar. Só que eu demorei. O acordo era ficar no primeiro minuto, um minuto e meio, pra sentir qual que era, se era muito explosivo ou não, e depois eu começar a contragolpear ele e não dar mais esse espaço, não ir pra trás enquanto ele batia. Mas eu me decepcionei, porque a gente treinou muito bem, eu estava agressivo, estava rápido, forte, bati o peso bem, recuperei bem, mas não soltei o golpe. Ele estava perto de mim pra chutar. Tem dia que de noite é assim. Vou voltar pra casa, rever os erros, tentar melhorar, vamos decidir o que vamos fazer do futuro e é isso aí.

Resultados do UFC Hamburgo

Anthony Smith venceu Maurício Shogun por nocaute aos 1m29s do 1º round;

Corey Anderson venceu Glover Teixeira por decisão unânime (triplo 30-27);

Abu Azaitar venceu Vitor Miranda por decisão unânime(30-27, 30-27, 29-28);

Marcin Tybura venceu Stefan Struve por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Danny Roberts venceu David Zawada por decisão dividida (27-30, 29-28, 29-28);

Nasrat Haqparast venceu Marc Diakiese na decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26);

Card preliminar

Damir Hadzovic venceu Nick Hein por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28);

Bartosz Fabinski venceu Emil Meek por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28);

Nad Narimani venceu Khalid Taha por decisão unânime (triplo 30-27);

Aleksandar Rakic venceu Justin Ledet por decisão unânime (30-25, 30-24, 30-24);

Manny Bermudez venceu Davey Grant por finalização (triângulo) aos 59s do 1º round;

Darko Stosic venceu Jeremy Kimball por nocaute técnico aos 3m13s do 1º round;

Liu Pingyuan venceu Damian Stasiak na decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28).

Leia também

Após quase ser vetado da luta, Nazareno Malegarie é derrotado no PFL 4

Junior Cigano volta ao UFC com vitória sobre Blagoy Ivanov

Ex-campeão do UFC, Lyoto Machida assina com o Bellator

Deixe seu comentário:

publicidade