nsc

    Avaí

    Vladimir: “Independente de permanecer na Série A ou não, quero ficar”

    Goleiro tem contrato com o Santos até o final de 2020

    18/10/2019 - 18h00 - Atualizada em: 18/10/2019 - 18h02

    Compartilhe

    Janniter
    Por Janniter de Cordes
    Vladimir disse que já teve uma conversa inicial com Marquinhos
    Vladimir disse que já teve uma conversa inicial com Marquinhos
    (Foto: )

    Apesar da derrota para o Internacional na quinta-feira por 2 a 0 na Ressacada, o goleiro Vladimir foi o destaque da partida e evitou que o Avaí saísse de campo com uma derrota ainda maior. Nesta sexta-feira, o jogador passou pela entrevista coletiva e revelou que já teve uma conversa inicial com a diretoria para garantir a permanência no Leão para a próxima temporada, independente de divisão. Mesmo assim, o goleiro deixou claro que isso não depende dele, já que pertence ao Santos e o clube paulista precisa aceitar uma nova liberação.

    Vladimir chegou ao Avaí em 28 de janeiro por empréstimo do Santos, já que naquele início Lucas Frigeri teve uma lesão no tornozelo e ficou alguns jogos fora. Mesmo chegando como um grande nome para o gol, ele só fez a sua estreia no dia 17 de fevereiro, na oitava rodada do estadual, no empate em 0 a 0 com o Brusque na Ressacada. Como no catarinense, o então técnico Geninho, fez um rodízio na posição, Vladimir só assumiu a titularidade no jogo final do catarinense contra a Chapecoense, onde o Avaí conquistou o título.

    Até agora já foram 31 jogos com a camisa do Leão da Ilha e em algumas partidas sendo destaque, como no confronto contra o Internacional. Durante a conversa com os jornalistas, o atleta disse que já está traçando o seu futuro e que pretende permanecer. “Houve conversa, no início, mas ainda pertenço ao Santos. Está um pouco delicado. Já externei minha vontade, independente de permanecer na Série A ou não, quero permanecer. Estou criando identificação com o clube. Se acontecer de cair, quero retornar e deixar o time onde encontrei. Não depende só de mim. Do lado de lá houve início de conversa com meu representante. Vou aguardar, esperar o que vão definir. Se sair ou ficar, quero ser lembrado por ter atuado de cabeça erguida”, disse Vladimir.

    Sobre um interesse por parte do clube sobre a sua permanência, Vladimir disse que já houve o contato. “Demonstraram interesse, sim. Houve início de conversa, nada de mais, ainda pertenço ao Santos. Tem que definir primeiro lá para que eu possa tomar uma decisão”, revelou o goleiro.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas