nsc
nsc

Caps

Você Tem Direito: saiba como funciona a assistência pública em saúde mental

Atual modelo é pautado por ações públicas que tentam evitar o isolamento do paciente

30/10/2017 - 05h27

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Olá! Quem acompanha a coluna sabe que promover a saúde dos cidadãos está entre as responsabilidades do poder público. O Estado deve executar ações que assegurem o bem-estar mental, a integridade psíquica e o desenvolvimento intelectual e emocional da população.

Como funciona

O modelo atual de assistência na área busca evitar o isolamento do paciente. O objetivo é garantir os direitos de quem está com a saúde mental comprometida. Hoje, o atendimento público está concentrado nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), em conjunto com Unidades Básicas de Saúde (UBS), como os postos, e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Unidades

Os Caps são a principal ferramenta da política de atenção à saúde mental no Brasil. Formados por equipes multiprofissionais, promovem cuidado intensivo de pacientes com transtornos mentais graves e persistentes. O Ministério da Saúde registra 2.341 Caps no país, classificados de acordo com suas particularidades e número de habitantes da cidade.

Em Santa Catarina são 102 unidades, sendo quatro em Florianópolis. Três destas estão na Ilha: Caps II, na Ponta do Coral, Caps I, na Agronômica (para crianças e adolescentes), e Caps AD (Álcool e Drogas), no Pantanal. Há também uma unidade no Continente: o Caps AD, no Estreito. Os dois últimos são voltados a pessoas com transtornos decorrentes de dependência química. O Caps III, com serviço 24 horas, ainda não funciona em Florianópolis.

As atividades envolvem o atendimento individual, familiar e em grupos terapêuticos, a articulação com a rede de saúde e a promoção de oficinas terapêuticas e de desintoxicação. O objetivo é evitar a internação, mas quando os casos são muito graves, a pessoa pode ser encaminhada ao Instituto de Psiquiatria de Santa Catarina (IPQ).

Ajuda

A DPU pode ajudar na busca por direitos na área da saúde, oferecendo assistência jurídica gratuita a quem não tem condições pagar um advogado. A unidade de Florianópolis fica na Rua Frei Evaristo, 142, no Centro. Agende atendimento pelo telefone (48) 3221-9400. Até!

Leia mais colunas do Você tem Direito

Leia notícias sobre emprego e carreira no Espaço do Trabalhador da Hora

Mais notícias:

Você sabe identificar os sinais de assédio sexual no trabalho?

Prefeitura busca apoio para realizar festa de Réveillon

Colunistas