nsc
    an

    Posse 

    "Vou dar andamento ao que o prefeito deixou", diz prefeito em exercício de São Francisco do Sul 

    Álvaro Siebers, conhecido como Álvaro da Farmácia, assumiu o cargo após cassação de Renato Gama Lobo

    05/02/2020 - 20h59 - Atualizada em: 05/02/2020 - 22h19

    Compartilhe

    Cláudia
    Por Cláudia Morriesen
    foto mostra três homens sentados à mesa. um deles, no meio, é o prefeito em exercício. ele assina o documento de posse
    (Foto: )

    O vereador Álvaro José Siebers (Cidadania), conhecido como Álvaro da Farmácia, assumiu o cargo de prefeito em exercício de São Francisco do Sul na tarde desta quarta-feira (5). A sessão extraordinária começou às 16 horas na Câmara de Vereadores com a presença de sete dos nove vereadores de São Francisco do Sul. Álvaro, que era presidente da mesa diretora da Câmara, transferiu o cargo para o vice-presidente, Edson Luiz Duarte, o "Edinho" (PSD).

    Em seguida, Edinho, já atuando como presidente da Câmara de Vereadores, empossou Álvaro como prefeito em exercício de São Francisco do Sul. Ele inicia suas atividades nesta quinta-feira, às 8 horas.

    Segundo o prefeito substituto, nenhuma grande mudança está prevista para a forma com que a Prefeitura de São Francisco do Sul é administrada. Ele teve uma reunião com Renato Gama Lobo — de quem, frisou em entrevista, é amigo de infância — na segunda-feira (3) para conversar sobre o andamento das obras que já ocorrem na cidade.

    — Não haverá mudança nenhuma. Eu espero não ter que mudar nenhum funcionário, mas se tiver que fazer, vou fazer. As obras não vão parar. Vou dar andamento no que o nosso prefeito deixou — afirmou ele em entrevista após a sessão de empossamento.

    Álvaro também informou que, a princípio, não haverá trocas no secretariado. A única mudança será na Secretaria de Atendimento ao Cidadão, já que o secretário Dorlei João Antunes é o suplente direto de Álvaro e do vereador João Carlos de Miranda pelo PPS, e assumirá a cadeira de Álvaro.

    De acordo com o prefeito em exercício, ainda não há informações sobre as eleições suplementares, que serão convocadas após decisão de cronograma do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Por enquanto, as decisões estão sendo tomadas a partir das orientações do chefe de cartório do TRE em São Francisco do Sul, Fabrício Veiga dos Santos.

    — Ainda há muita dúvida, porque não é todo dia que acontece um negócio desse. Se é 45 dias, ou 30 dias (para convocação das eleições suplementares a partir da posse do prefeito interino), quem vai falar o que devo fazer é o TRE. O Tribunal passa pra mim e sou obrigado a provocar novas eleições. Se o prefeito for absolvido, para tudo — informou.

    A sessão extraordinária para posse ocorreu exatamente 24 horas após a citação de Renato Gama Lobo e de seu vice-prefeito, Walmor Berreta Júnior, pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. Eles tiveram seus mandatos cassados após uma votação que foi concluída na última quinta-feira (30) e que também deixa Renato Gama Lobo inelegível até 2024.

    Em nota enviada pela Gerência de Comunicação da Prefeitura de São Francisco e em vídeo gravado em suas redes sociais, Renato afirmava que iria apresentar recurso para reversão da condenação. Até a noite desta quarta-feira (5), no entanto, o recurso ainda não havia sido publicado no sistema do TSE.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas