nsc
an

Prêmio

WEG é eleita a melhor da Bolsa em 2021; veja o que destacou a empresa de Jaraguá do Sul

CEO da empresa apontou fatores para o sucesso da empresa em entrevista ao InfoMoney, responsável pelo ranking

01/07/2021 - 14h45 - Atualizada em: 01/07/2021 - 16h58

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Fábrica da WEG, em Jaraguá do Sul
Fábrica da WEG, em Jaraguá do Sul
(Foto: )

A WEG, de Jaraguá do Sul, conquistou o prêmio de melhor empresa da Bolsa em 2021, em ranking divulgado pelo InfoMoney. São avaliadas empresas de capital aberto em um período de três anos, e premiadas as melhores de cada setor, além da melhor do mercado, que foi vencida pela jaraguaense neste ano.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A premiação é realizada todos os anos pelo InfoMoney, com base em critérios quantitativos e qualitativos das empresas. O ranking é feito pela provedora de serviços financeiros Economatica e pela escola de negócios Ibmec.

A empresa de Jaraguá do Sul teve lucro de R$ 764,2 milhões no primeiro trimestre de 2021. Foi um aumento de 74% em relação ao valor do mesmo período do ano passado. A receita da WEG também subiu 37%, em um total de R$ 5,07 bilhões, sendo a maior parte originária no mercado doméstico.

Em entrevista ao InfoMoney, o CEO da WEG, Harry Schmelzer Jr., afirmou que parte do sucesso da empresa é estar sempre se renovando e lançando novidades. Ele ainda apontou quatro fatores que ajudam a explicar o sucesso da empresa de Jaraguá do Sul.

> Qual é o segredo da Weg, a “fábrica de bilionários”?

Os quatro fatores de sucesso

O primeiro fator é o domínio sobre a tecnologia. Segundo o CEO, a empresa acredita que sempre pode estar no topo do conhecimento tecnológico do setor no qual está inserida.

- A WEG investe permanentemente, isso significa investir na engenharia, em inovação. Isso é um destaque em toda a nossa história - afirmou ao InfoMoney.

O segundo fator é a habilidade da empresa em mudar e investir em novos negócios. Schmelzer explicou que a WEG não trabalha apenas com motores elétricos, como acontecia há 60 anos. Hoje, há processos de ãutomação e digitalização que fazem a empresa ser diferente a cada ano.

O CEO ainda destacou a capacidade de atuar no mercado internacional, desde a década de 1970, que contribuiu para a empresa aprender a ser competitiva no mercado. E, por fim, a forma de gestão da WEG também é um fator de sucesso porque propicia aos colaboradores terem comprometimento e orgulho em trabalhar na empresa.

Sucesso em meio à pandemia e fábrica de bilionários 

A WEG tem ganhado destaque nacional há alguns anos e, recentemente, tem despertado a atenção do mercado financeiro, principalmente pelos resultados conquistados mesmo em meio à pandemia.

Em 2020, a empresa também ficou conhecida como a "fábrica de bilionários". Isso porque dez dos 33 novos brasileiros bilionários na lista divulgada pela Forbes têm relação com a empresa de Jaraguá do Sul.

Leia também:

Maio tem saldo positivo no emprego em Joinville, com expansão menor

Quem é o pastor de SC que assina superpedido de impeachment de Bolsonaro

STF marca julgamento de ação sobre vistorias de bombeiros voluntários em SC

Colunistas