nsc

    Vias públicas

    Zona Azul em Florianópolis deve voltar em setembro, segundo prefeitura

    Sistema de estacionamento rotativo não opera na Capital há cerca de dez meses

    29/07/2020 - 17h32 - Atualizada em: 29/07/2020 - 17h47

    Compartilhe

    Leandro
    Por Leandro Lessa
    Nova empresa vai operar Zona Azul de Florianópolis de forma emergencial
    Nova empresa vai operar Zona Azul de Florianópolis de forma emergencial
    (Foto: )

    A cobrança da Zona Azul está prevista para recomeçar em setembro, segundo a prefeitura de Florianópolis. A operação pela nova empresa - a Rizzo Parking, localizada no interior do estado de São Paulo -, estava prevista para ocorrer no final de março deste ano, mas a pandemia de coronavírus atrapalhou os planos.

    O sistema de estacionamento rotativo nas vias da Capital não funciona desde setembro de 2019, quando a prefeitura rompeu o contrato com a Dom Parking. Em maio passado, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) chegou a cobrar a retomada mais rápida do serviço, porque as vagas ficavam ocupadas durante todo o dia.

    Sobre os créditos que ficaram retidos com a saída da ex-concessionária, a assessoria da secretaria municipal de Mobilidade e Planejamento Urbano repassou uma nota, dizendo que é preciso esperar parecer jurídico para validar a ativação e utilização dessas informações para que os créditos estejam disponíveis.

    Porém, quem acessou os aplicativos da Rizzo Parking para dispositivos móveis já conseguiu visualizar os créditos antigos. A empresa paulista foi anunciada em março, através da modalidade dispensa de licitação, pois o edital definitivo estava em discussão no Tribunal de Contas do Estado (TCE). O contrato é emergencial.

    A secretaria municipal alerta que os monitores da nova operadora estão sendo treinados, e que já há ações nas ruas para informar a população sobre o retorno do serviço. Até o momento, são 44 profissionais contratados para gerir aproximadamente 2,4 mil vagas na região central da cidade. O valor para carros seguirá R$ 2 por hora, e R$ 1 para motos.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas