Uma operação deflagrada pela PM-SC e pelo Gaeco do MP-SC, nesta quinta-feira (20), teve três advogados entre os alvos de prisões. O trabalho chamado de “Guardião do Norte III” teve como foco uma facção criminosa catarinense. A investigação começou no Norte da Ilha, em Florianópolis, num trabalho da 39ª Promotoria da Capital e do 21º Batalhão da PM. Segundo a coluna apurou com exclusividade, esta fase da operação se concentrou nos indícios de que os advogados seriam os elos entre criminosos nas cadeias e as informações repassadas para os membros da facção nas ruas.

Continua depois da publicidade

Facção envolvida com tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e roubo é alvo de operação em SC

Dos três profissionais com mandados expedidos pelo Judiciário, um foi conduzido para o sistema prisional em espaço especial. Uma advogada chegou a se apresentar aos investigadores, mas deve ficar em regime domiciliar. Já a terceira procurada está em viagem para fora do país. Os três teriam atuação na Grande Florianópolis.

A operação foi dividida em dois dias diante da complexidade do caso e do número de mandados. Foram cumpridos 29 mandados de prisão preventiva e 24 de busca e apreensão em Florianópolis, Biguaçu, São José, Palhoça, Chapecó, Navegantes, Braço do Norte, Gaspar, Tubarão, São Pedro de Alcântara e São Cristóvão do Sul, além de Porto Velho (RO).

Seis pessoas estão foragidas, incluindo a advogada que está fora do Brasil. Segundo divulgado pela PM-SC, a OAB acompanhou os procedimentos da operação.

Continua depois da publicidade

Leia também:

Operação contra violência nas escolas em SC apreende quatro menores e prende dois adultos

Destaques do NSC Total