nsc
    nsc

    Legislativo

    Alesc aprova proibição de reajuste de contas de água, luz e gás durante pandemia em SC

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    26/08/2020 - 16h42 - Atualizada em: 26/08/2020 - 16h55
    Aprovação ocorreu na tarde desta quarta-feira (26)
    Aprovação ocorreu na tarde desta quarta-feira (26) (Foto: Bruno Collaço/Agência AL)

    Foi aprovada nesta quarta-feira na Alesc a proibição de reajuste de tarifas públicas como luz, água e gás durante a pandemia em Santa Catarina. O projeto de Milton Hobus (PSD) ganhou força após o anúncio recente da Celesc de aumento no valor da energia elétrica. O reajuste médio foi de 8,14%. Mas o protocolo do projeto ocorreu quando a Casan decidiu mudar a forma de cálculo do valor da tarifa de água no Estado. A proposta de Hobus passou pela Assembleia com um voto contrário, de Bruno Souza (Novo).

    Moisés escolhe um lado na disputa entre Procon e Celesc por valor da conta de luz

    Pelo texto do projeto aprovado, os aumentos estão vetados enquanto durar o estado de calamidade, como o decretado pelo governo catarinense por conta da pandemia de coronavírus. Para Hobus, entende-se o impacto da alta do dólar nos custos da compra de energia, mas a Celesc pode postergar, parcelar ou tomar outras medidas para evitar o impacto na comnta de luz.

    A proposta agora segue para a avaliação do governador Carlos Moisés da Silva. O projeto é mais uma pressão sobre o chefe do Executivo, que nesta semana decidiu apoiar o Procon na ação judicial contra a Celesc na discussão sobre o reajute de 8,14%.

    Caso vete o projeto, os deputados analisam novamente a questão para decidir se mantêm ou derrubam a rejeição do governador.

    Mais colunistas

      Mais colunistas