nsc
nsc

Recursos

Caso do respiradores em SC tem R$ 34 milhões em valores bloqueados

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
26/10/2021 - 09h18
Equipamentos de respiradores foram emergenciais para atendimentos a pessoas com Covid em SC
Equipamentos de respiradores foram emergenciais para atendimentos a pessoas com Covid em SC (Foto: Ricardo Wolffenbuttel/ Secom)

A busca do governo do Estado pelos valores gastos na compra fraudulenta dos 200 respiradores por R$ 33 milhões teve avanços. Pela atualização mais recente, estão bloqueados R$ 34 milhões em valores e bens para o ressarcimento aos cofres públicos. Além disso, outros R$ 10 milhões estão em fase avançada de cobrança judicial.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

Os valores atuais ultrapassam o recurso usado para a compra dos equipamentos porque o governo catarinense também cobra indenização por danos sociais e morais dos envolvidos. As novas informações atualizadas estarão no site criado pelo Estado para a divulgação do andamento das investigações.

Na apuração criminal, o Judiciário aceitou denúncia contra sete dos acusados pelo Ministério Público de Santa Catarina de terem participado da compra fraudulenta. Os outros denunciados ainda têm o caso analisado pela Justiça da Grande Florianópolis. Entre os investigados estão agentes públicos e políticos, além de empresários.

Leia também:

VÍDEO: Governo Moisés tenta espantar assombração dos respiradores fantasmas

Justiça recebe denúncia contra sete suspeitos por compra de 200 respiradores em SC

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas