São impressionantes os números do crescimento populacional na Grande Florianópolis, conforme os dados divulgados pelo Censo 2022 do IBGE. Obviamente que os olhares se voltam para a Capital catarinense, mas gostaria de chamar a atenção para Palhoça, cidade que aumentou em 60% o número de moradores desde 2010, um dos maiores crescimentos populacionais do Brasil. Assim, por mais que outras cidades possam aparecer com mais relevância, defendo que passemos a notar com mais atenção este crescimento palhocense.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Os motivos para tal subida podem ser vários, mas arrisco dizer que a procura pela região da Capital faz com que as pessoas optem por morar em cidades do entorno para trabalhar em Florianópolis. É o que historicamente ocorre. No entanto, isto ocorre agora de forma acelerada e está concretizada nos números. Palhoça ganha ainda mais força e precisa de atenção do poder público.

Caso se confirmem as teses que o município tornou-se uma opção de quem trabalha na Capital, a região precisa discutir formas de integrar a Grande Florianópolis. O movimento diário de entrada e saída da Ilha é uma comprovação de que as pessoas optam pelas cidades da região por conta de diferentes motivos, mas o valor dos imóveis é um deles.

Palhoça tornou-se atrativa porque os preços são mais baixos para a moradia. Com isto, as pessoas residem no município e, diariamente, circulam por São José e Florianópolis para trabalhar e fazer outras rotinas. Na prática, não há nada de errado nisto, muito pelo contrário. No entanto, a Grande Florianópolis precisa estar preparada para esta dinâmica.

Continua depois da publicidade

O crescimento palhocense indica que os gestores locais precisam se adequar a este padrão pensando em mobilidade urbana e habitação. Ao mesmo tempo, Palhoça tem de estar atenta para conseguir atrair as pessoas com qualidade de vida. É indiscutível que o município tem muitos potenciais e qualidades além do fato de ser uma opção mais barata perto de Florianópolis.

Assim, a tendência é que a cidade siga crescendo, mas, para isto ser sustentável, o planejamento é fundamental. Palhoça tem tudo para ser um grande destaque do futuro, basta gestão pública eficiente para tal.

Leia também:

População de Palhoça cresce mais de 60% em 12 anos, aponta IBGE

Destaques do NSC Total