O desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) Jaime Machado Junior ataca verbalmente mulheres em um vídeo gravado ao lado do cantor Leonardo e que circula nas redes sociais. A coluna teve acesso ao conteúdo, mas não vai divulgá-lo em respeito aos nomes das citadas pelo magistrado e às mulheres em geral. São 31 segundos de duração em que Machado Junior está ao lado do cantor sertanejo em um local não confirmado. Leonardo esteve na Grande Florianópolis no final de semana para uma apresentação em São José.

Continua depois da publicidade

O desembargador inicia o vídeo saudando e nomeando cinco mulheres que dá a entender que são suas conhecidas e diz estar ao lado do cantor, que manda um beijo para elas. Leonardo é interrompido por Machado Junior, que fala: "nós vamos aí comer vocês". O cantor responde aos risos: "vamos". Depois, o desembargador completa: "ele segura e eu como". Leonardo somente dá risada e não fala mais nada. Antes do final do vídeo, o magistrado ainda abraça o cantor e diz: "prazer lhe conhecer".

Desembargador pede perdão

Por volta das 18h30min um vídeo feito pelo próprio desembargador pedindo desculpas pelo ocorrido começou a circular nas redes sociais. Na gravação ele diz que se tratou de uma brincadeira com as amigas que teriam pedido que ele encaminhasse um vídeo com o cantor. O desembargador explicou que a gravação não foi publicada em mídias sociais, apenas compartilhada entre conhecidos.

"Se eventualmente ofendi alguém, ou se tiver uma outra interpretação, eu peço perdão. Quem me conhece sabe que sou irreverente e expansivo", disse Jaime Machado Junior.

O desembargador enviou uma nota de esclarecimento no começo da noite:

Continua depois da publicidade

Na tarde de hoje fui surpreendido com a veiculação de um vídeo em que apareço ao lado do cantor Leonardo, em um encontro entre amigos, no qual faço comentários dirigidos a algumas colegas magistradas, com as quais possuo laços de amizade já de muitos anos. Inicialmente, quero esclarecer que em nenhum momento tive a intenção de ofender, menosprezar e mesmo agredir as minhas colegas, nem as mulheres em geral.

Reconheço que as colocações foram inadequadas, infelizes e que, de fato, acabam por reforçar uma cultura machista que ainda é latente em nossa sociedade. Assumo os meus erros e com eles procuro aprender. Espero que este episódio sirva de lição não só para mim, mas para todos os homens que tratam um assunto muito sério como se fosse brincadeira.

Cordialmente,

Jaime Machado Júnior, desembargador do TJSC

Também por nota, o TJ-SC se manifestou sobre o caso: "O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) comunica que tomou conhecimento dos fatos retratados na reportagem nesta tarde. De pronto solicitou ao magistrado informações sobre o ocorrido e, a partir dos esclarecimentos, definirá quais as providências a serem adotadas".

A assessoria de imprensa do cantor Leonardo foi procurada, mas não respondeu ao contato até o momento.

Continua depois da publicidade

Leia também: "O homem e a mulher são educados dentro da cultura machista", diz Maria da Penha

Destaques do NSC Total