nsc
nsc

Investimentos

"É um preço responsável", diz executivo da CCR sobre R$ 1,97 para pedágios na BR-101 Sul

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
21/02/2020 - 19h27 - Atualizada em: 21/02/2020 - 19h28
Km 458 da rodovia, em São João do Sul, terá pedágio (Foto: Guilherme Hahn)
Km 458 da rodovia, em São João do Sul, terá pedágio (Foto: Guilherme Hahn)

A grande surpresa do leilão da BR-101 Sul, nesta sexta-feira, foi a oferta de R$ 1,97 para cada uma das praças de pedágio feita pela empresa CCR, vencedora do ato. O grupo atua na área de concessão de estradas há mais de 25 anos, e a concessão mais recente vencida por eles foi justamente a Via Sul, com 473 quilômetros, em solo gaúcho. Por conta desse lote e da estrutura já instalada lá é que a empresa ofertou um preço com deságio de 62% em relação aos teto de R$ 5,19 estabelecido no edital.

O trecho da concessão da Via Sul contempla as rodovias BR-101, entre a divisa SC/RS até o entrocamento com BR-290, BR-290, no entrocamento com BR-101 até o km 98,1, BR-386, no entrocamento BR-285/377 até entrocamento com BR-470/116, e BR-448, no entrocamento com BR-116/RS-118 até o entrocamento BR-290/116. A assinatura do contrato ocorreu em 11 de janeiro de 2019, com previsão de 30 anos, o mesmo prazo da BR-101 Sul.

Segundo o presidente da Lan Vias, empresa da CCR responsável pela administração de rodovias, Eduardo Camargo, a parte administrativa que já opera a Via Sul deve incorporar também a 101 Sul: "o mesmo padrão estabelecido no Rio Grande do Sul também queremos levar para Santa Catarina", afirmou.

O executivo afirma que há uma sinergia administrativa e operacional que permitiu a oferta do valor de R$ 1,97. Para ele, o preço "é bastante responsável e uma oferta segura". Camargo deu o compromisso de que a empresa fará todos os investimentos conforme a demanda do contrato a ser assinado em maio deste ano. Os primeiros seis meses, afirma, são de serviços iniciais com intervenção no pavimento e sinalização.

Cobrança de pedágio antecipada

A ideia da CCR é começar a cobrança do pedágio na rodovia antes de junho de 2021, que é o prazo estipulado em contrato. Para isso, todos os serviços estabelecidos como gatilho para isso precisam também ser executados antes dos 12 meses. Mas a CCR também levou em conta no cálculo do valor de R$ 1,97 o início antecipada das praças de pedágio. A ideia do grupo é que entre abril e junho de 2021 a operação será iniciada nos pedágios.

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas