nsc
    nsc

    Recurso

    Governo de SC vai recorrer de decisão que proíbe eventos e limita hotéis

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    23/12/2020 - 08h52 - Atualizada em: 23/12/2020 - 15h22
    Carlos Moisés confirmou que governo vai recorrer da decisão
    Carlos Moisés confirmou que governo vai recorrer da decisão (Foto: Secom)

    A discussão sobre a liberação de eventos e da capacidade integral dos hotéis e pousadas vai ter novos capítulos no Judiciário. Depois de o juiz de Florianópolis Jefferson Zanini suspender o decreto do governo de Santa Catarina que autorizava os funcionamentos, nesta terça-feira (22), o Estado vai recorrer da decisão. A confirmação foi do governador Carlos Moisés da Silva.

    Justiça proíbe eventos em Santa Catarina e determina limitação de ocupação em hotéis

    Em entrevista à Rádio Gaúcha, de Porto Alegre (RS), nesta quarta-feira (23), ele disse que o Estado entrará com um recurso. Na visão de Moisés, o governo está "tratando da segurança das pessoas" ao promover a liberação com regramento. Por isso a decisão de recorrer da determinação dada na primeira instância.

    Durante a entrevista ao programa Atualidades, o governador ainda disse inicialmente que a regulamentação do uso das praias sairá no próximos dias. Quando perguntando novamente pelo apresentador Daniel Scola, ele afirmou que o documento deve sair entre hoje (23) e amanhã (24). Moisés também alertou que pessoas de grupos de risco devem evitar a ida ao Litoral catarinense.

    Decisão judicial é resultado da bagunça que virou a gestão da pandemia em SC

    Há poucos dias da chegada do grande número de visitantes ao Estado, ainda não há um regramento para a temporada. O uso de praias será liberado, mas depende ainda da normativa de ocupação dos espaços.

    Mais colunistas

      Mais colunistas