nsc

publicidade

Cacau

Levantamento

Maioria dos deputados tem dúvida sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento

Compartilhe

Por Cacau Menezes
13/06/2019 - 06h00 - Atualizada em: 13/06/2019 - 08h11
(Foto: Omar Freitas / Agência RBS)

Deputado catarinense Rogério Peninha Mendonça (MDB) divulgou em seu site a atualização de um placar que mostra o posicionamento dos parlamentares em relação ao seu projeto de lei que revoga o Estatuto do Desarmamento. Até terça-feira, entre os deputados, 31,8% se manifestaram favoráveis ao texto, 25,5% se declararam contrários e 42,7% seguem indecisos. Entre os senadores, 28,4% são favoráveis, 34,6% contrários e 37% seguem indecisos. Com esses números, se a votação da proposta que facilita a posse e o porte de armas fosse hoje, teria o resultado indefinido.

Leia também: Senado derruba parecer favorável a decreto que flexibiliza porte de arma

Quem perdeu

Leitor e assinante do “DC”, Paulo Carneiro, discorda de quem acha que foi o governador Carlos Moisés quem perdeu a batalha do Duodécimo. "Quem perdeu foi a população do Estado. Foram aqueles mais humildes, que demandam os serviços do SUS que perderam".

Contra o Brasil

Tem deputado em Brasília contra a Reforma da Previdência – que vai salvar o Brasil se não demorar muito –, só porque um concorrente do seu estado virou ministro, outros porque querem negociar a saída do Sérgio Moro pata vingar aliados políticos e corruptos que estão presos, alguns porque não emplacaram nomes no governo, mais aqueles que temem “o presidente ficar forte se a coisa passar”, uns tantos porque discordam dele no campo de sexo, drogas e futebol, e até aqueles que – também não são poucos –, que não conseguiram entender nada do que vai mudar com essa Reforma. Interesseiros e despreparados, colocam situações pessoais ridículas num momento em que a única coisa em jogo é a salvação do País.

Entre as melhores

Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) fez uma lista dos melhores deputados federais. Entre eles está a catarinense Carmen Zanotto, apontada como excelente articuladora, com ótimo trânsito nas diversas correntes políticas, cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria a credencia para coordenar e criar condições para o consenso, com ampla capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações. A parlamentar é presidente da Frente Parlamentar da Saúde.

Tiro certeiro

Governador Carlos Moisés da Silva acertou no alvo ao anunciar o programa "Novos rumos - Santa Catarina em Movimento", que prevê a recuperação e o asfaltamento de rodovias em cinco regiões do Estado, entre elas a SC-401, localizada em Floripa. E o anúncio do pacote acontece justamente no mês em que ele havia comunicado possíveis atrasos no pagamento dos servidores estaduais. Sinal de que as medidas que adotou nos primeiros meses de governo para reduzir gastos deram resultado. A recuperação das rodovias acontecerá com recursos - aproximadamente R$ 200 milhões - do próprio governo, sem necessidade de empréstimos.

Deixe seu comentário:

publicidade