O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou nesta sexta-feira (12) as medidas cautelares contra o deputado federal Zé Trovão (PL) – inclusive a tornozeleira eletrônica, que ele usava desde dezembro de 2021. O parlamentar também terá a liberação das redes sociais.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp 

Os advogados de Zé Trovão, Elias Mattar Assad e Thaise Mattar Assad, informaram em nota que o teor do despacho do ministro é sigiloso.

Investigado no inquérito dos atos antidemocráticos, o atual deputado ficou dois meses preso em regime fechado após se apresentar à Polícia Federal em Joinville, em outubro de 2021. Ele havia passado 40 dias foragido no México.

Liberado da prisão, Zé Trovão passou a usar tornozeleira eletrônica, com restrições de locomoção, e teve as redes sociais bloqueadas. Ele fez campanha e se elegeu durante o período em que cumpriu as medidas restritivas, e participou da cerimônia de diplomação e da posse no Congresso Nacional usando a tornozeleira.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total