A gravação em que o deputado federal Zé Trovão (PL) faz críticas ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) repercutiu “como um trovão” no PL em Santa Catarina, conforme relatou uma fonte do partido à coluna. No áudio, o deputado diz que Bolsonaro é “o maior mau exemplo para a política”, que quer “resolver as coisas no grito” e que “entregou” a presidência para Lula (PT).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Também foram citados colegas do partido em Santa Catarina. Num dos trechos do áudio, Zé Trovão fala do deputado estadual Maurício Peixer (PL), que divide a base eleitoral com ele em Joinville, e com quem se desentendeu durante a campanha eleitoral do ano passado: “Eu não gosto do Maurício Peixer, infelizmente eu estou com o Maurício Peixer (no partido), (então) eu tenho que tratar com respeito”.

Nesta terça-feira (30), após a divulgação do áudio, Zé Trovão publicou um vídeo nas redes sociais em que diz que sua fala foi tirada de contexto.

“Não tenho que ficar provando lealdade para ninguém. O que querem com um áudio completamente fora de contexto é destruir mais uma vez minha imagem”, disse o deputado.

Continua depois da publicidade

A mesma justificativa foi dada ao PL, segundo apuração da coluna. A fala pegou mal internamente – mas, apesar do impacto, especialmente na ala ideológica do partido, da qual Zé Trovão faz parte, a ordem interna é “baixar a fervura”.

O vídeo em que o deputado federal se defende foi curtido e comentado por alguns parceiros do PL, como o deputado estadual Carlos Humberto Silva, que saiu em defesa de Zé Trovão nas redes sociais.

Leia também

Milionários do Sul do Brasil só perdem para o Sudeste na compra de iates de luxo

PSD quer grande ato para filiar candidato de Clésio Salvaro em Criciúma

Rooftop mais alto do Brasil em Balneário Camboriú tem investimento milionário e inteligência artificial

Destaques do NSC Total