nsc
nsc

Construção civil

Elevadores super-rápidos são nova obsessão dos arranha-céus em Balneário Camboriú

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
19/05/2021 - 15h52 - Atualizada em: 19/05/2021 - 16h05
Arranha-céus de Balneário Camboriú
Arranha-céus de Balneário Camboriú (Foto: Divulgação)

A mais nova obsessão da indústria de arranha-céus de Balneário Camboriú são os elevadores ‘a jato’: um item fundamental para prédios muito altos, onde um elevador comum representaria uma longa e tediosa viagem até o topo. Os equipametos são instalados em edifícios que figuram na lista dos recordistas em altura na América do Sul.

Prédio mais alto da América Latina, em Balneário Camboriú, terá elevador mais rápido do Brasil

Nesta quarta-feira (19), a construtora FG divulgou que o edifício One Tower, que está em fase de construção, terá o elevador mais rápido do Brasil. O equipamento foi encomendado à empresa TK Elevator, e subirá os 290 metros de altura do prédio em apenas 50 segundos.

Quando a construção chegar ao topo, o One Tower será o maior prédio residencial da América Latina, com 89 andares no total. Atualmente, o recorde é das duas torres do Yachthouse By Pininfarina, da Pasqualotto & GT, também em Balneário Camboriú.

Nos dois edifícios de 81 andares do Yachthouse, os elevadores percorrem os 275 metros de altura em menos de um minuto. Os modelos instalados são a estreia de uma nova tecnologia da Atlas Schindler em prédios residenciais no Brasil.

Luciano Hang vai erguer o maior prédio da América Latina em Balneário Camboriú

Controle do vento

Mas subir – muito – rápido não basta nos arranha-céus. No One Tower, que será entregue em 2022, o sistema de corrediças ativas reduz as oscilações dentro da cabine e isso torna o transporte mais confortável para o passageiro. A tecnologia é a mesma que foi empregada no One World Trade Center, em Nova York, que tem com 108 andares e 541 metros de altura.

> SC tem oito dos dez maiores arranha-céus da América do Sul

Outro prédio da construtora FG, o Infinity Coast, entregue em dezembro de 2019 em Balneário Camboriú, já tem elevadores com o mesmo sistema. Um dispositivo específico para prédios altos, instalado nesses elevadores, permite aferir a velocidade do vento por meio de um anemômetro.

O aparelho prevê que, em situações de clima severo, com fortes ventos, o sistema reduz automaticamente a velocidade do elevador – em caso de risco, pode até mesmo desligar.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Leia também:

Prefeituras de SC não podem aumentar salários nem repor inflação, diz TCE

Bondindinho de Balneário Camboriú é leiloado e não voltará a rodar

Menos cabelo, mais política e comunicação: Moisés repaginado na volta ao governo

Ataque a creche em Saudades: Polícia Civil de SC provocou investigação em quatro estados

Live ‘Criança Viada’ é censurada pela prefeitura de Itajaí

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas