nsc
    nsc

    Balneabilidade

    Esgoto na praia em Itapema expõe os problemas de saneamento no Litoral

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    10/01/2018 - 14h17 - Atualizada em: 10/01/2018 - 15h38
    Itapema
    (Foto: )

    Um córrego escuro correu pela areia em direção ao mar nesta quarta-feira na Meia Praia, em Itapema, e trouxe à tona os problemas de saneamento nas cidades do Litoral. A Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema (Faaci) admitiu que a água estava contaminada com esgoto não tratado, e que vem de áreas que não tem saneamento — ou de locais onde há rede disponível mas alguns imóveis ainda não fizeram a ligação.

    Hoje 74% da cidade tem rede de esgoto. Mas um levantamento da Faaci,concluído no ano passado, localizou 1,3 mil imóveis, entre eles prédios inteiros, que não fizeram a ligação. Cerca de 800 proprietários já foram notificados, e ganharam prazo para adequação. Quem não fizer a ligação corretamente será denunciado ao Ministério Público.

    Nas áreas onde a rede ainda não chegou, o problema é o aumento populacional que ocorre todo verão — o que torna a falta de saneamento ainda mais evidente. Diego Furtado, presidente da Faaci, disse que a chuva forte desta quarta “lavou” o que havia de esgoto na tubulação de drenagem e no Rio Perequê, que recebe também o esgoto sem tratamento vindo de Porto Belo.

    Itapema
    (Foto: )

    Esta não é a primeira vez que Itapema tem problemas com esgoto na praia durante a temporada de verão. Em janeiro de 2016 a Faaci multou em R$ 1 milhão a concessionária de água e esgoto, Conasa/Águas de Itapema pelo rompimento de um emissário de esgoto na Meia Praia. 

    Desta vez, não há registro de situação semelhante. Em nota, a empresa informou que não há problemas com a rede.

    Leia todas as publicações de Dagmara Spautz Leia também:

    Florianópolis decide até junho se cobrará taxa para acesso à Ilha

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas