nsc
nsc

Economia

Havan aumenta lucro em 30% e fecha 2020 com faturamento de R$ 10 bi

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
05/01/2021 - 09h55 - Atualizada em: 06/01/2021 - 07h15
Luciano Hang, dono da Havan, é um dos bilionários brasileiros
Luciano Hang, dono da Havan, é um dos bilionários brasileiros (Foto: Patrick Rodrigues, Arquivo NSC)

A Havan fechou 2020 com faturamento de R$ 10 bilhões, sem perdas em comparação com o ano anterior. A rede de lojas de departamento teve um aumento de 30% nos lucros, em comparação com o ano de 2019. De acordo com a empresa, o aumento é resultado da redução de custos de operação e da abertura de novos canais de venda ao longo do ano passado.

Pedro: Com alívio nas restrições, economia de SC recupera empregos perdidos no início da pandemia

O resultado ainda precisa ser validado em auditoria, mas os números chamam atenção em um ano de pandemia. De forma geral, apesar das restrições, o comércio varejista conseguiu se manter em 2020 com o crescimento das vendas online e com a expansão de crédito e do auxílio emergencial, que terminou com a virada de ano.

Governo federal libera R$ 10 bilhões ao Pronampe

No caso da Havan, as vendas aumentaram 4% no último trimestre do ano passado, em lojas físicas e no comércio virtual. A empresa também implantou serviço de ‘pick-up in store’, em que o cliente faz a compra online e retira na loja, e transformou os estoques em centros de distribuição, com o serviço de ‘shipping from store’. Essa mudança aumenta a disponibilidade de produtos e reduz os custos de envio. Estela: Vendas de Natal por crediário caem 13,6% em SC, apura a FCDL

O plano de expansão da rede foi mantido em 2020, mas com adaptações. Foram inauguradas 12 novas lojas, com investimento de R$ 400 milhões. A expectativa da empresa é abrir outras 20 em 2021 – as primeiras inaugurações ocorrem ainda este mês, com a abertura da terceira unidade em Balneário Camboriú, no Bairro Pioneiros, e da primeira loja em Capão da Canoa (RS). Cada uma delas deve gerar 150 vagas de emprego.

As projeções para o ano são cautelosas por parte dos especialistas, já que o país ainda enfrenta a pandemia e o auxílio emergencial chegou ao fim. Apesar disso, o empresário Luciano Hang está confiante e diz que 2021 será um ano para “acelerar”.

O catarinense está em 10º na lista dos bilionários brasileiros, divulgada pela revista Forbes. O patrimônio do empresário em 2020 chegou a R$ 18,72 bilhões – mais do que o dobro do que tinha no ano anterior, quando estreou no ranking dos super ricos.

A Havan tem atualmente 153 megalojas em 17 estados, com 20 mil colaboradores. O plano de expansão prevê que a empresa esteja em todos os estados brasileiros até 2022.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas