O governador Jorginho Mello (PL) confirmou presença na reunião marcada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com governadores e chefes dos poderes para tratar sobre a violência nas escolas. O encontro deve ter dois momentos, um sobre a liberação de recursos federais para medidas preventivas, que depende da apresentação de projetos por estados e municípios, e outro para discutir a criação de uma cultura de paz no ambiente escolar.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A reunião está marcada para 9h30min, no Palácio do Planalto. O governador Jorginho Mello já tinha outras agendas previamente marcadas em Brasília para a mesma data. Também nesta terça, vai encontrar com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e o ministro da Casa Civil, Rui Costa, para discutir o impasse que envolve a pesca da tainha.

Coreana LG pode instalar fábrica em SC

Esta será a segunda rodada de discussão de Jorginho com o governo federal sobre o assunto – a primeira foi com o ministro da Pesca, André de Paula. A pesca industrial da tainha, grande filão de SC, foi proibida nesta safra, e a pesca artesanal de emalhe anilhado teve a cota de captura reduzida drasticamente para preservar a espécie.

Continua depois da publicidade

Iate gigante e o maior do Brasil será fabricado em Santa Catarina

O governador também deve se reunir com a bancada catarinense para discutir o posicionamento de SC sobre o marco temporal das terras indígenas, que deve ser recolocado em julgamento pelo Supremo no primeiro semestre. A ação envolve a Terra Indígena Ibirama em SC. O impasse discute se a demarcação de terras indígenas deve ou não levar em conta as terras que eram ocupadas em 5 de outubro de 1988, data de promulgação da Constituição Federal.

Leia mais

Quem será o novo nome por trás da Operação Mensageiro no MP

Professor que apoiou ataque a creche em SC usará tornozeleira eletrônica e está proibido de se aproximar de escolas

Investidor de Dubai quer naufragar navio em SC para criar recife artificial

Ajuda de R$ 1 milhão do governo federal para dengue desaponta Saúde em SC

Destaques do NSC Total