nsc
    nsc

    Semana decisiva

    Julgamento do impeachment no STF começa com desvantagem para Moisés

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    19/10/2020 - 14h10 - Atualizada em: 19/10/2020 - 16h00
    Governador Carlos Moisés
    Governador Carlos Moisés (Foto: Tiago Ghizoni, Arquivo NSC)

    O julgamento virtual da ação movida pela Procuradoria Geral do Estado (PGE-SC), que questiona o rito do processo de impeachment do governador Carlos Moisés (PSL), já está em andamento no STF. A data final é na sexta-feira, 23 de outubro, quando deve sair o resultado final. Até agora, dois votos estão disponíveis – e ambos são contrários à ação.

    > Rosa Weber nega ação do governo para esclarecer rito do impeachment no STF

    > Carlos Moisés aciona STF sobre impeachment nos estados

    A ministra Rosa Weber, relatora do caso, voltou a afirmar que a ação de descumprimento de preceito fundamental (ADPF), o instrumento jurídico usado pela PGE, não seria o caminho adequado para questionar o rito de impeachment. 

    > Anderson: Santa Catarina entra em semana histórica com definição sobre impeachment

    Ela já havia afirmado o mesmo quando se negou a dar sequência ao processo, em setembro. A PGE recorreu, e é esse recurso que será analisado agora pelo Supremo. Veja trecho do voto da relatora:

    "No exame do caso em tela, não se pode perder de vista que o autor da ação , depois de lançar mão de outros instrumentos processuais inclusive perante esta Suprema Corte, está a se valer de procedimento de controle abstrato de constitucionalidade de normas, com pedido, em sede de liminar, de suspensão de processo de impeachment contra ele próprio instaurado. Embora sob roupagem de procedimento de fiscalização da constitucionalidade de ato normativo, a pretensão, tal como deduzida, mostra-se de todo incompatível com a via da arguição de descumprimento de preceito fundamental, que não pode ser instrumentalizada, pelos seus legitimados, como sucedâneo de recurso ou de ação de natureza subjetiva".

    O voto de Rosa Weber foi seguido pela ministra Carmen Lúcia. Até sexta-feira, todos os ministros terão que apresentar seus votos.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas