O ex-governador Leonel Pavan deixará o ninho tucano depois de três décadas para se filiar ao PSD. Não irá sozinho: a filha, Juliana Pavan, vereadora em Balneário Camboriú, também fará a troca de partido.

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

O martelo da filiação dos dois foi batido nesta terça-feira (11), e o movimento mira nas próximas eleições municipais. Juliana faz oposição à atual gestão em Balneário Camboriú, e tem projeto para concorrer a prefeita. Quanto ao ex-governador, pesquisas internas do PSD colocam o nome de Leonel Pavan entre os favoritos na disputa para a prefeitura de Camboriú.

A depender das articulações, pai e filha poderão disputar nas duas cidades que são vizinhas e interependentes, em uma “dobradinha”.

Tem chamado atenção os recorrentes anúncios de novas filiações do PSD, que vem ganhando terreno sob o comando de Eron Giordani.  Além de Clésio Salvaro, prefeito de Criciúma, e Paulinho, prefeito de Bombinhas, a filiação da deputada estadual Paulinha (Podemos) e do deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) é dada como certa nos corredores da Alesc.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total