nsc
    nsc

    Estreante

    Luciano Hang entra na lista de bilionários da Forbes

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    06/03/2019 - 07h31 - Atualizada em: 06/03/2019 - 08h01
    Luciano Hang
    Luciano Hang (foto: Patrick Rodrigues)

    O empresário catarinense Luciano Hang, da rede de lojas Havan, estreou na lista de bilionários da revista Forbes. Segundo a publicação, ele tem uma fortuna estimada em US$ 2,2 bilhões, o que equivale a R$ 8,3 bilhões.

    Hang está na 1057ª posição mundial, e na 21ª entre os brasileiros que fazem parte da lista. Está empatado com Ermínio de Moraes, do Grupo Votorantim, José Moll Filho, da Rede D`Or São Luiz, e José Luís Cutrale, da empresa Cutrale.

    Curiosamente, em meio à crise que atinge o país, o número de brasileiros bilionários aumentou em 2019. Saltou de 40 para 58 – um upgrade de 45%. Somadas, as fortunas tupiniquins chegam a US$ 179,7 bilhões, ou R$ 679 bilhões.

    Um movimento contrário ao resto do mundo. O número geral de bilionários na lista reduziu em comparação com 2018, de 2208 para 1253.

    Além de Hang, também estrearam na lista da Forbes este ano os empresários Joesley e Wesley Batista, da JBS, com uma fortuna de US$ 1,3 bilhão cada um. Joesley foi um dos protagonistas da crise vivida pelo governo Michel Temer (MDB) em 2017, com o vazamento do áudio de uma conversa entre os dois. Os irmãos chegaram a ser presos no âmbito da Operação Lava-Jato.

    O banqueiro Joseph Safra é o brasileiro mais bem colocado da lista. Com uma fortuna de US$ 24,2 bilhões, é o 31º no mundo.

    Havan

    Único catarinense a figurar este ano na lista da Forbes, Luciano Hang mantém uma rede de 120 lojas espalhadas pelo país, e pretende chegar a 200 até 2022. Para este ano, está previsto um investimento de R$ 500 milhões para a construção de 20 novas lojas e a ampliação e automação do Centro de Distribuição de Barra Velha.

    Polêmico, Hang ficou conhecido em todo o país após deixar de lado o perfil discreto para se aventurar em frente às câmeras _ e na política. Chegou a ser cotado para concorrer ao Governo de Santa Catarina, mas preferiu atuar nos bastidores.

    Hang foi um dos maiores apoiadores da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o que o rendeu ações na Justiça do Trabalho por suposto direcionamento de voto dos funcionários _ o que ele nega.

    Confira quem são os 10 primeiros brasileiros na lista da Forbes:

    31º. Joseph Safra, setor bancário

    Fortuna: US$ 25,2 bilhões

    35º. Jorge Paulo Lemann e família, setor de bebidas

    Fortuna: US$ 22,8 bilhões

    138º. Marcel Herrmann Telles, setor de bebidas

    Fortuna: US$ 9,9 bilhões

    140º. Eduardo Saverin, Facebook

    Fortuna: US$ 9,7 bilhões

    162º. Carlos Alberto Sicupira e famíliam, setor de bebidas

    Fortuna: US$ 8,9 bilhões

    645º. José João Abdalla Filho, setor de investimentos

    Fortuna: US$ 3,4 bilhões

    715º. Abilio dos Santos Diniz, varejo

    Fortuna: US$ 3,1 bilhões

    715º. Fernando Roberto Moreira Salles, setor bancário e de mineração

    Fortuna: US$ 3,1 bilhões

    715º. João Moreira Salles, setor bancário e de mineração

    Fortuna: US$ 3,1 bilhões

    715º. Pedro Moreira Salles, setor bancário e de mineração

    Fortuna: US$ 3,1 bilhões

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas