nsc
    nsc

    De luxo

    Marca que fez barcos de Cristiano Ronaldo e Neymar construirá iates de luxo ‘de entrada’ em SC

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    15/02/2021 - 08h28
    Azimut vai transferir para Itajaí fabricação da linha Atlantis
    Azimut vai transferir para Itajaí fabricação da linha Atlantis (Foto: Divulgação, Azimut)

    A filial brasileira da italiana Azimut Yachts, em Itajaí, vai fornecer para todo o mundo os iates da linha Atlantis, embarcações ‘de entrada’ da marca de luxo. Os modelos, que têm de 34 a 51 pés, hoje são produzidos na Europa. De Santa Catarina, os iates serão vendidos para o Brasil e mais de 70 países.

    > Conheça o ‘iate do Cristiano Ronaldo’ de US$ 10 milhões construído em SC

    A expectativa é que a produção da Azimut Atlantis seja transferida para Santa Catarina ainda em 2021. A estimativa é que a chegada da linha dobre a produção de barcos da fábrica em Itajaí, e aumente a oferta de empregos em até 50%. O estaleiro emprega, hoje, cerca de 400 pessoas.

    > Temporal arrasta barcos em praia na Grande Florianópolis; veja o vídeo

    Ao longo dos próximos meses, a equipe local de produção e fornecedores serão treinada para atender os detalhes das novas embarcações. O objetivo é que os barcos produzidos no Brasil sejam idênticos, em materiais e qualidade, aos que são feitos pela marca na Itália.

    Com a exclusividade na produção da linha Atlantis, o estaleiro no Brasil também amplia a sua participação internacional. Espera-se um aumento de 30% nas exportações, especialmente para Europa, Estados Unidos e Canadá, onde há alta demanda pelos iates da linha.

    O estaleiro de Itajaí é a única fábrica da Azimut fora da Itália. A marca chegou durante o boom da náutica no país, em 2010, e já produz no Brasil embarcações de 40 a 100 pés, que são fornecidas para todo o país e o mundo.

    > Raias nadam em meio aos banhistas em Balneário Camboriú; assista

    Apesar dos desafios impostos pela pandemia, a fábrica brasileira da Azimut Yachts registrou um aumento de 25% no valor de produção em 2020. As projeções se mantêm otimistas para 2021.

    - Todos passamos por um ano desafiador. Porém, em termos de náutica, com as inúmeras restrições de viagens, o turismo interno se fortaleceu e a navegação também. Percebemos um considerável volume de clientes interessados em ingressar na Azimut Yachts e outros interessados em barcos maiores - diz o diretor geral da Azimut Yachts, Francesco Caputo.

    O Grupo Azimut-Benetti foi reconhecido, pela 21ª vez como o maior produtor de megaiates de luxo do mundo pelo ranking da Global Order Book. Entre os clientes da marca estão Cristiano Ronaldo e Neymar.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas