nsc
    nsc

    Apreendidos no porto

    Receita envia para museu de Minas Gerais obras de arte apreendidas em SC

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    23/09/2020 - 15h27
    Obras de arte apreendidas pela Receita Federal
    Obras de arte apreendidas pela Receita Federal (Foto: Receita Federal, Divulgação)

    A Receita Federal divulgou nesta quarta-feira (23) que doou ao Museu de Arte Murilo Mendes, em Juiz de Fora (MG), oito obras de arte que foram apreendidas no ano passado na Portonave, em Navegantes, e que eram fruto de uma importação ilegal dos Estados Unidos. No registro, o importador informava que a carga continha peças de automóveis.

    > Receita Federal apreende quadros que podem valer milhões no porto de Navegantes

    Quatro quadros são de Manabu Mabe, artista plástico nascido no Japão, que veio ainda criança para o Brasil. Ele faleceu em 1997. As outras obras são dos brasileiros Aldemir Martins, uma tela de Emmanuel Cunha Nassar e duas obras feitas de materiais plásticos sobrepostos de Vik Muniz.

    A avaliação dos quadros, feita por especialistas do museu mineiro, chegou a um valor de pouco mais de R$ 300 mil. Todas as peças são originais e estão em ótimo estado de conservação.

    A Fundação Catarinense de Cultura, órgão do Governo do Estado, chegou a enviar um ofício à Receita Federal informando ter interesse nas obras apreendidas. A ideia era que os quadros ficassem em Santa Catarina e fossem integrados ao acervo do Estado.

    A definição sobre o local para onde seriam enviadas as obras foi do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). A Receita Federal explicou que a lei determina que o Ibram seja notificado sobre a apreensão de mercadorias abandonadas, entregues à Fazenda Nacional ou alvo de pena de perdimento, sempre que houver indícios de que se trate de bem de valor cultural, artístico ou histórico.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas