Florianópolis

publicidade

Dagmara

Sindicato entra na Justiça para cobrar salários atrasados da Univali

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
11/05/2018 - 09h34 - Atualizada em: 11/05/2018 - 13h26

O Sindicato dos Professores de Itajaí e Região (Sinpro) decidiu protocolar uma ação civil coletiva na Justiça do Trabalho para cobrar os salários atrasados de professores da Univali. A Fundação Univali, mantenedora da universidade, confirmou esta semana que o pagamento de 647 funcionários _ cerca de 20% do total _ foi adiado para o dia 15, por falta de dinheiro em caixa.

André Netto Costa, assessor jurídico do Sinpro, disse ontem que a ação pede, em regime de urgência, o pagamento dos salários vencidos e a garantia de que os próximos salários serão pagos em dia. Os pagamentos atrasados correspondem aos maiores salários da Fundação Univali.

Dívidas

Na segunda-feira a Univali inicia uma ação de renegociação de dívidas de alunos e ex-alunos. Até 1º de junho, será possível parcelar os débitos em 12 vezes no cartão de crédito, no caso dos alunos que estão frequentando a universidade, e em até 24 vezes no boleto bancário para ex-alunos. O atendimento será feito nos campi de Itajaí e Balneário Camboriú.

O valor da dívida a ser renegociada não foi informado. A universidade informou que a inadimplência está em torno de 4% e a ação de renegociação já estava prevista nos planos da nova gestão.

Deixe seu comentário:

publicidade

Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação