nsc
    nsc

    Inquérito

    STF quebra sigilo bancário e fiscal de Luciano Hang

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    27/05/2020 - 14h31 - Atualizada em: 28/05/2020 - 06h19
    Luciano Hang (foto: Reprodução)
    Luciano Hang (foto: Reprodução)

    O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a quebra de sigilo bancário do empresário Luciano Hang e pelo menos outros três investigados no inquérito das fake news. Os dados a serem disponibilizados vão desde julho de 2018, período que antecedeu as eleições presidenciais, até abril deste ano.

    O advogado de Hang, Fábio Roberto de Souza, confimou a quebra de sigilo. Ele disse que o empresário “está extremamente tranquilo” porque “restará mais que provado e definitivamente, que ele nada tem a ver com essa história de fake news”.

    Além do catarinense, outras três pessoas tiveram o sigilo bancário e fiscal quebrado no âmbito da investigação.

    De acordo com o UOL, são o empresário Edgard Corona, da rede de academias Smart Fit, o blogueiro Winston Rodrigues Lima e o humorista Reynaldo Bianchi Junior.

    Leia mais:

    Hang nega fake news contra STF; empresário deve prestar depoimento

    Procurador Augusto Aras pede ao STF a suspensão do inquérito das fake news

    No inquérito das fake news, Alexandre de Moraes quer saber se houve crime eleitoral

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Mais colunistas

      Mais colunistas