nsc
nsc

Covid-19

Em todo o Sul catarinense, apenas um leito de UTI disponível

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
16/06/2021 - 06h04 - Atualizada em: 16/06/2021 - 08h07
No São José, em Criciúma, todos os leitos de UTI Covid estão lotados
No São José, em Criciúma, todos os leitos de UTI Covid estão lotados (Foto: Divulgação)

Entre oito hospitais credenciados, são 130 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em seis diferentes cidades do sul de Santa Catarina para pacientes com Covid-19. E apenas um está disponível conforme o mais recente relatório da Secretaria de Estado da Saúde. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O leito liberado está no Hospital Regional de Araranguá (HRA). Com isso, a ocupação na região encontra-se em 99,23%. Os leitos dos hospitais São José, Rio Maina e Santa Catarina (Criciúma), São Donato (Içara), Nossa Senhora da Conceição (Tubarão), Senhor Bom Jesus dos Passos (Laguna) e São Camilo (Imbituba) estão com 100% de ocupação.

> SC prorroga decreto de combate à pandemia até 30 de junho

São 38 leitos no Hospital Regional de Araranguá. Em Criciúma, são 35 no São José, 10 no Hospital de Retaguarda do Rio Maina e 1 no Materno Infantil Santa Catarina. Há ainda 9 leitos em Içara, 17 em Tubarão, 10 em Laguna e 10 em Imbituba.

Em todo o sul, há apenas um leito de UTI disponível para pacientes com Covid
Em todo o sul, há apenas um leito de UTI disponível para pacientes com Covid
(Foto: )

Quase 4 mil positivados na região

As ocupações de leitos de UTI refletem-se na quantidade de casos ativos: são 3.847 positivados e em tratamento contra a Covid-19 entre as três regiões que compõem o sul. Os maiores contingentes estão em Criciúma (927 positivados), Tubarão (382), Braço do Norte (260), Araranguá (236) e Orleans (166 casos).

> Covid hoje: mapas mostram os dados de mortes e vacinas em SC

O sul tem, desde o início da pandemia, 2.727 óbitos e 159.603 casos confirmados. Criciúma tem 540 vidas perdidas para o coronavírus, são 402 mortes em Tubarão e 227 em Araranguá.

Imaruí, primeiro lugar na segunda dose

Em percentuais, levando-se em conta a vacinação nas segundas doses, Imaruí é a cidade de todo o sul que mais imunizou contra a Covid-19: 16,4% da sua população. Ainda na região de Tubarão, São Martinho vacinou 16%. Na região carbonífera, os maiores índices de segunda dose estão em Siderópolis e Balneário Rincão, com 11,8%. No extremo sul, Ermo vacinou 15,9% da população com a segunda dose e Praia Grande, com 15,1%.

Imaruí é a cidade do sul que mais aplicou segunda dose da vacina
Imaruí é a cidade do sul que mais aplicou segunda dose da vacina
(Foto: )

O pior desempenho na aplicação da segunda dose em todo o sul encontra-se em Sangão, na região de Tubarão, que imunizou 5,1% da população. Na mesma região, São Ludgero alcançou 6,4%. Na região carbonífera, Forquilhinha imunizou 7,3% e Içara, 8,6%. No extremo sul, Sombrio está em 9,2% e Passo de Torres em 10,1%.

Leia também:

> SC libera corridas de rua com 200 pessoas no nível gravíssimo

> Trabalhadores do Samu protestam e não descartam greve

> Na expectativa da vacina em massa, Criciúma chega à população de 50 anos

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas