nsc
nsc

Fiscalização

Mais de 400 pessoas são flagradas em festa clandestina em Urussanga

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
16/05/2021 - 15h01
PM flagra festa com mais de 400 pessoas em Urussanga
PM flagra festa com mais de 400 pessoas em Urussanga (Foto: PM / Divulgação)

Entre as recomendações mais recorrentes em meio à pandemia de Covid-19, inegavelmente está o cuidado ao não aglomerar. Por conta disso que eventos estão proibidos, ou com limitadores mediante o respeito às normas e a orientação dos órgãos reguladores. Mas são frequentes, também, os flagrantes de desrespeito, mesmo em um dos períodos mais críticos da doença e suas consequências entre os brasileiros.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Em Urussanga, distante 20 quilômetros de Criciúma, no sul do estado, uma festa com mais de 400 pessoas foi flagrada e encerrada pela Polícia Militar (PM) na madrugada deste domingo (16). Atendendo a uma denúncia, os PMs fizeram rondas em propriedades na região da Estrada Geral de Rancho dos Bugres, distante cerca de 8 quilômetros do Centro de Urussanga.

"Eram apenas 20 convidados"

Ao chegar em um sítio, a guarnição da PM percebeu som alto e muitos carros estacionados. De pronto, a sirene e o giroflex da viatura foram acionados, mas não houve reação dos frequentadores do evento. Feita a abordagem, foi flagrada a aglomeração e constatadas que as mais de 400 pessoas no local não usavam máscara nem respeitavam qualquer tipo de distanciamento. Era, literalmente, uma grande festa.

> Autor de ataque em Saudades escolheu creche pela fragilidade das vítimas

Procurado pela guarnição da PM para prestar esclarecimentos, o proprietário do sítio disse que, inicialmente, a festa não teria tantos convidados. — Eram apenas uns 20 amigos. Daí começaram a chegar pessoas que não estavam convidadas — alegou, na conversa com os PMs. Diante dessa explicação, um termo circunstanciado foi lavrado contra o responsável pelo sítio e a festa encerrada, com todos os presentes sendo mandados embora.

O alerta que vem da saúde

— A Covid-19 é transmitida na via respiratória, Por isso, é fundamental que as pessoas façam uso de máscara continuamente, que não aglomerem e que mantenham o máximo de isolamento — frisa o pneumologista Renato Matos, uma das vozes mais assíduas no sul de Santa Catarina, desde o início da pandemia de Covid-19, na orientação à população. 

— A doença não é simples, não sabemos quem poderá ter complicações, tanto que estamos registrando pacientes cada vez mais jovens. O coronavírus há muito tempo não é mais letal somente em pessoas de idade mais avançada — reforça o médico.

Situação em Urussanga

Conforme o mais recente boletim epidemiológico emitido pela prefeitura, em Urussanga são 49 casos ativos, de pacientes que estão em tratamento contra a Covid-19. Desses, 45 fazem tratamento domiciliar, dois estão internados em leitos clínicos e dois em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Urussanga já registrou, desde o início da pandemia, 3.080 casos positivos para coronavírus, contabiliza 2.982 pacientes curados e 50 óbitos. Atualmente há 53 casos suspeitos.

Em Brasília, discussão de pena mais alta

A deputada federal Rose Modesto (PSDB-MS) protocolou na Câmara Federal um projeto que visa fixar, em todo o país, multa de no mínimo R$ 5 mil para quem promover festas clandestinas com aglomerações, além de punição de R$ 500 para os demais frequentadores do mesmo evento. Os valores recolhidos deverão ser empregados em serviços e ações da área de saúde. O texto está em tramitação na Câmara.

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas