nsc
nsc

Acidente

Trabalhador morre após cair em silo de milho em Nova Veneza, no sul de SC

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
01/06/2021 - 12h59 - Atualizada em: 01/06/2021 - 14h57
Silo onde morreu o trabalhador em Nova Veneza
Silo onde morreu o trabalhador em Nova Veneza (Foto: Divulgação)

Um trabalhador de 26 anos morreu após cair dentro de um silo de grãos em uma unidade de fábrica de rações da JBS Alimentos em Nova Veneza, no sul de Santa Catarina. O acidente, no Bairro Bortolotto, ocorreu pouco depois das 9h desta terça-feira (1).

Receba as notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O homem trabalhava dentro do silo que estava carregado de grãos de milho quando sofreu a queda. De pronto, dois colegas tentaram resgata-lo. Embora todas as tentativas de segurar a vítima, não conseguiram, e ele acabou afundando nos grãos.

Acionado, o Corpo de Bombeiros iniciou uma complexa operação de resgate. Os outros trabalhadores que prestaram o primeiro socorro contaram que viram a vítima com os braços erguidos, e com o rosto descoberto, até o último instante antes de afundar nos grãos de milho. 

O homem foi resgatado sem vida do interior do silo
O homem foi resgatado sem vida do interior do silo
(Foto: )

Uma das tentativas de resgate precisou ser abortada, pois poderia colapsar o silo. Foi feita, então, a abertura de todas as portas da estrutura metálica de armazenamento de grãos, para nivelar a carga. Com uma retroescavadeira, foi feito um buraco em parte do silo, de onde foi possível observar o corpo da vítima. Houve o alargamento dessa fenda que permitiu alcançar o homem, já sem vida. 

O médico do Samu que estava no local tentou reanimar a vítima, o que não foi possível. A JBS Alimentos emitiu uma nota de pesar:

Com muito pesar, a JBS confirma o falecimento de um colaborador em um silo da fábrica de rações em Nova Veneza (SC). A JBS manifesta solidariedade à família do funcionário, que vem recebendo toda a assistência necessária. A empresa aguarda a investigação do ocorrido.

Sindicato acompanha

Representantes dos Sindicatos dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Criciúma e Região (Sintiacr) estiveram em Nova Veneza acompanhando a ocorrência. - Vamos comunicar o Ministério Público do Trabalho e os outros órgãos para investigar, se houve alguma negligência ou não - informa o sindicalista Célio Elias.

- Pelo que apuramos, esse trabalho de limpeza e desentupimento dos silos é comum, e o trabalhador caiu no milho, e não conseguiu voltar à tona, sofrendo um afogamento nos grãos - lamenta. A vítima era natural do Maranhão, de onde um familiar foi chamado para reconhecer e liberar o corpo no Instituto Médico Legal (IML) em Criciúma.

O trabalhador havia atuado na unidade de Criciúma da JBS, sendo posteriormente transferido para a fábrica de rações em Nova Veneza. - Esse tipo de acidente é pouco comum em empresas desse segmento da JBS, mas é mais costumeiro nas que trabalham com arroz. Chegamos a ter um óbito por ano dessa mesma forma aqui na região - revela o sindicalista.

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas