Na semana passada, a comunidade do Morro do 25 foi surpreendida com uma fatalidade. O grande amigo da comunidade, um dos mais aguerridos quando o assunto era fazer o bem para todos, deixou a região com um vazio sem tamanho. Leonardo Verzola, de 24 anos, cria da área, criador da Ação Social Morro do 25 e empresário, não resistiu a uma descarga elétrica que recebeu na tarde de sábado, quando limpava sua lavanderia. Chegou a ser socorrido pelos paramédicos do Samu, que sem sucesso na reanimação, informaram o óbito.

Continua depois da publicidade

> Uma homenagem a todos os repórteres cinematográficos; veja vídeo

Cara, o moleque sempre foi um inquieto, um entusiasta das iniciativas sociais, um amigo daquele que todos querem ter, sabe? Leal, honesto e dono de uma positividade daquelas que a gente quer que o mundo inteiro tenha. Léo era também, uma das pessoas mais amadas que aquela comunidade já teve. 

> Covid-19 silencia uma das vozes mais queridas de Florianópolis

Era através dele que a criançada tinha mais motivos para sorrir no dia das crianças e todas as outras datadas festivas. Tanto, que os voluntários, amigos, familiares e a Beatriz, namorada e parceira de luta, ficavam com aquele gostinho de querer trabalhar mais em prol dos pequenos. Sem sombra de dúvidas, Leozinho deixa além da saudade, um ensinamento muito bacana de como devemos fazer para o próximo, mesmo que ele não seja tão próximo. Neste sábado, serão sete dias da sua partida, e a saudade que encheu o peito dos teus, só aumenta. Obrigado, guerreiro!

Continua depois da publicidade

Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

Destaques do NSC Total