nsc
nsc

Preocupação na Serra

Casos de internamento de Covid-19 na UTI aumentam na Serra Catarinense

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
13/07/2020 - 12h53 - Atualizada em: 13/07/2020 - 14h03

A Serra Catarinense que quase não registrava internações na UTI por Covid-19, agora já está com praticamente todos os leitos de UTI para receber pacientes com Covid-19 ocupados. Desde o início da pandemia a ocupação desses leitos, nos dois hospitais da cidade Nossa Senhora dos Prazeres e Tereza Ramos não passava de 20%, hoje a ocupação é de 92%. Ou seja, dos 19 leitos de UTI Covid disponíveis, 16 estão ocupados com casos confirmados e suspeitos, segundo dados da Secretaria de Saúde de Lages. 

Em uma semana, a classificação da Serra Catarinense se elevou da situação de “alto risco” estando bem próximo da situação considerada “grave”.A situação é preocupante, também nos leitos normais de UTI, todos estão lotados, conforme explica o secretário de Saúde do munícipio, Claiton Camargo.

>>Veja o mapa de evolução do Coronavírus em Santa Catarina

“Nós devemos adotar algumas medidas de restrição, estamos avaliando isso, que tipo de medias, o que a gente pode tá fazendo pra que a gente possa reduzir. Tendo em vista que os leitos de UTI geral estão 100% ocupados. As nossas portas de emergência também estão extremamente movimentadas, recebendo traumas, recebendo situações que agravam a situação da Covid-19”, disse o secretário.

Profissionais de saúde estão fazendo apelo nas redes sociais para que as pessoas, se puderem, fiquem em casa. Segundo dados do governo do estado Lages tem 370 casos confirmados e uma morte pela doença. Enquanto isso se aguarda que o governo do estado abra 28 leitos de UTI e 46 de internação na nova ala do Hospital Tereza Ramos, que serão destinados para receber, principalmente, os pacientes com o novo coronavírus. São leitos que já tiveram a Licença Ambiental de Operação emitida pelo Instituto do Meio Ambiente. Os 18 prefeitos da região da Serra enviaram um ofício ao governo do estado pedindo a abertura, e aguardam uma resposta.

>> SC registra a mais alta ocupação em leitos de UTI durante a pandemia do coronavírus

Dificuldade está na falta de profissionais dizem gestores dos hospitais

Em reunião com o Gabinete Emergencial da Covid-19, de Lages, diretores dos hospitais Nossa Senhora dos Prazeres e Tereza Ramos disseram que a maior dificuldade de abertura dos leitos está na falta de profissionais.

Segundo o diretor do Hospital Tereza Ramos, Fábio Lage, para abrir novos leitos é preciso contratar novos médicos, assim como outros profissionais de saúde. “Precisamos no mínimo, hoje, da contratação de mais 12 médicos”, disse o diretor.

O diretor-presidente do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, Dr. Ronny Westphal, disse que todos os leitos de UTIs disponíveis estão lotados. “Temos necessidade de contratação de novos profissionais de saúde, para que sejam abertos novos leitos”, alertou.

Até o momento não tivemos resposta da Secretaria de Estado da Saúde sobre a abertura da Nova Ala do Hospital Tereza Ramos.

::Criciúma tem 100% dos leitos de UTI pelo SUS ocupados por causa do coronavírus

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas