nsc
nsc

Pandemia

Lages já vacinou metade dos adultos, mas casos continuam aumentando

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
14/06/2021 - 12h08 - Atualizada em: 14/06/2021 - 12h12
Nesta segunda-feira (14) Lages deve chegar aos 60 mil moradores vacinados com a primeira dose contra Covid
Nesta segunda-feira (14) Lages deve chegar aos 60 mil moradores vacinados com a primeira dose contra Covid (Foto: Fom Conradi)

Nesta segunda-feira (14) Lages deve chegar aos 60 mil moradores vacinados com a primeira dose contra Covid e com isso metade do público-alvo adulto terá recebido a primeira dose. Até domingo (13), 58.947 pessoas tinham recebido a primeira imunização. Depois que a cidade abriu a vacinação para pessoas com mais  de 50 anos a busca pelo imunizante aumentou, só no fim de semana foram mais de 2,5 mil doses aplicadas.

>>Imunização de adultos contra a Covid-19 protege crianças e adolescentes, afirma Butantan

Durante a semana ela acontece em dois locais, no sistema drive-thru, no parque Conta Dinheiro e para os pedestres no ginásio Jones Minosso. O drive-thru acontece durante todo o dia, das 8h às 17h. No ginásio somente à tarde, das 13h às 17h. Alerta para aumento dos casos Mas, enquanto a vacinação avança outra preocupação, a cidade passou a marca de mil casos ativos. Desde março, no pico da pandemia, isso não acontecia. No boletim divulgado pela prefeitura de Lages na noite de domingo (13), a cidade aparece com 1004 casos ativos. Os leitos de UTI Covid nos hospitais Seara do Bem, Tereza Ramos e Nossa Senhora dos Prazeres seguem lotados. Os pacientes são cada vez mais jovens, a maioria com idade entre 24 e 55 anos. Nas redes sociais o Secretário de Saúde do munícipio, Claiton Camargo, chegou a chamar atenção para a situação. No post ele comentou que a pandemia não acabou, mas muitas pessoas estão agindo como se ela não existisse.

>>Norte de SC tem apenas um leito de UTI para Covid disponível “A pandemia não acabou e infelizmente estamos vendo nossa sociedade agindo como se a guerra estivesse vencida, fazendo festas, aglomerações, enquanto a saúde corre para vacinar nossa população o mais rápido possível e vamos ter que nos preparar mais uma vez para cuidar dessa nova onda”, disse o secretário.

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas