nsc
    nsc

    Pandemia

    Leitos de UTI Covid registram queda de ocupação na Serra

    Compartilhe

    Eduarda
    Por Eduarda Demeneck
    15/09/2020 - 17h26
    Ocupação nos leitos de UTI Covid tem queda na Serra Catarinense
    Ocupação nos leitos de UTI Covid tem queda na Serra Catarinense (Foto: Geraldo Bubniak/Divulgação)

    Na Serra Catarinense o registro de pacientes graves com Covid-19 vem caindo. Nesta terça-feira (15), a taxa de ocupação nos leitos de UTI Covid era de 32%, segundo o último boletim da prefeitura de Lages. Há um mês os dois hospitais da cidade, Nossa Senhora dos Prazeres e Tereza Ramos, estavam com uma média na taxa de ocupação de 90%. Essa queda se deve ao processo gradativo de diminuição de casos. São menos pessoas suspeitas, e doentes. De acordo com a Secretaria de Saúde de Lages, o número de casos ativos também diminuiu, pela primeira vez em dois meses são menos de 200 pessoas contaminadas. Houve queda, ainda, na procura de atendimento pelo Centro de Triagem, e a confirmação de pessoas testadas positivas.

    Já a taxa de óbitos continua alta. Na última semana foram seis óbitos e na retrasada três. De acordo com a Secretaria da saúde 90% dos internados possuíam fatores de risco - idoso, obesidade, hipertensão, diabetes, histórico de câncer ou doença autoimune.

    Para o secretário da Saúde é difícil mensurar projeções de novos picos ou regressões da pandemia quando a flexibilidade envolve fatores comportamentais. “Uma coisa é quando as pessoas estão seguindo as regras de restrição no mesmo padrão em que elas vinham respeitando nos últimos quatro meses. Aí nesta realidade é possível elaborar uma expectativa. Agora, quando há o comportamento da libertação é mais complicado e de repente pode haver uma explosão de casos novamente. As pessoas estão cansadas de ficar em casa, querem sair para passear, jantar, aproveitar as temperaturas mais altas”, avalia Claiton Camargo de Souza.

    ::Governo divulga esta semana normas para retomada de eventos em SC

    As medidas de prevenção continuam na região. O comércio, restaurantes, supermercados tiveram a flexibilização dos horários, mesmo assim, o uso de máscara, o distanciamento e a disponibilização de álcool em gel continuam sendo obrigatórios e essenciais.

    Mais de 10 mil fiscalizações são feitas pela PM na Pandemia

    Desde março até agora, o 6º Batalhão de Polícia Militar da Serra Catarinense já fez mais de 10 mil fiscalizações no trabalho de combate a Covid-19, em 21 munícipios da região. Foram 261 notificações e 34 interdições. Nesse período o foco foi à fiscalização do cumprimento das medidas sanitária em estabelecimentos comerciais, nas ruas, já que o uso de máscara é obrigatório, e em festas clandestinas, principalmente no interior dos munícipios. Durante a temporada de inverno os pontos turísticos também tiveram reforço policial.

    ::Ideb 2019: SC tem quatro cidades entre as 15 com melhores resultados do país; veja lista por município

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas