nsc
    dc

    Avaliação

    Ideb 2019: SC tem quatro cidades entre as 15 com melhores resultados do país; veja lista por município

    15/09/2020 - 14h38 - Atualizada em: 16/09/2020 - 16h06

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Ensino fundamental de Iporã do Oeste está entre os melhores do país
    Ensino fundamental de Iporã do Oeste está entre os melhores do país
    (Foto: )

    Santa Catarina tem quatro cidades no ranking das 15 com as melhores médias no ensino fundamental e no médio da rede pública do país, conforme o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, divulgado nesta terça-feira. Todos os municípios ficam no Oeste de Santa Catarina. Dessas quatro, duas são destaque nos anos finais do ensino fundamental (6º a 9º ano), uma nos anos iniciais (1º a 5º) e uma no ensino médio público.

    Confira a seguir a lista completa com o resultado do Ideb 2019 por cidade em Santa Catarina e a comparação com o Ideb anterior.

    > Ideb 2019: veja lista completa de resultados por escola

    > Ideb 2019: SC tem 8 escolas entre as 100 primeiras com maiores notas do país

    > Ideb 2019: SC melhora nota no ensino médio, mas recua no ensino fundamental

    > Ideb 2019: ‘Precisamos concentrar mais esforços nos anos finais’, avalia secretário

    > As melhores escolas de Blumenau, segundo o Ideb

    Melhor resultado nos anos iniciais

    A rede municipal de Iporã do Oeste atingiu o conceito 8,4 nos anos iniciais do ensino fundamental, que compreendem do 1º ao 5º ano. Empatada com Sobral (CE), Teotônio Vilela (AL) e Picada do Café (RS) apresenta o 8º melhor conceito nas redes municipais para essa etapa de ensino. A cidade que lidera a lista é Mucambo (CE), com conceito 9,4.

    Em 2015 e 2017, a rede municipal de Iporã do Oeste já apresentava a melhor nota de Santa Catarina nos anos iniciais do fundamental. De 2017 para 2019, aumentou em 0,5 a média da rede.

    Na avaliação mais recente, atrás de Iporã do Oeste, Arabutã (média 7,9), Luzerna (7,7), Palmeira (7,6) e São João do Oeste (7,6) apresentam os melhores conceitos da rede municipal no Estado.

    Por outro lado, São Joaquim (4,7), Frei Rogério (5) e Iraceminha (5) apresentaram as médias mais baixas de SC nessa etapa de ensino.

    Melhor resultado nos anos finais

    Já Anchieta apresentou a 4ª melhor nota do país (7,0) entre as redes municipais nas turmas das séries finais do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano. Logo atrás, com a 5ª melhor média do país, está São José do Cedro, que obteve conceito 6,9 na rede municipal. 

    > Plano de volta às aulas em SC prevê uso de máscara e distanciamento nas escolas; confira detalhes

    No país, as cidades que apresentam as melhores notas nos anos finais da rede municipal foram Pires Ferreira (CE), com média 7,8; Novo Oriente (CE), com 7,7; e Coruripe e Jequiá da Praia, ambas de Alagoas e com a média 7,2.

    São José do Cedro era o primeiro colocado entre as redes municipais no Ideb 2017 em Santa Catarina e aumentou a nota em 0,4. Mas foi ultrapassado por Anchieta, que não havia sido avaliada nessa etapa em 2017, segundo o Inep.

    Na outra ponta, com as menores médias da rede municipal para os anos finais estão Ponte Serrada (3,3), Passo de Torres (3,5) e Pouso Redondo (3,7).

    Melhor média no ensino médio público

    No ensino médio da rede pública, ofertado principalmente pelas redes estaduais e alguns institutos federais, a única cidade que aparece entre as 15 do país com as melhores médias é São João do Oeste. Com 5,7, apresenta a quinta melhor média do país.

    > "Pare, olhe e escute" diz Mario Sergio Cortella sobre retorno das aulas pós-pandemia em SC

    Está empatado com Lavínia (SP), Santa Salete (SP), Mercedes (PR), Cruzaltense (RS), Montauri (RS), Vanini (RS) e Diorama (GO). A lista é liderada por Cocal dos Alves (PI), com conceito 6,5 entre as públicas; Quixaba (PE), com 6,2 e São José do Inhacorá (RS), com 6,0.

    A média de São João do Oeste é puxada pelas duas escolas da rede estadual, única a ofertar ensino médio na cidade. A escola estadual Madre Benvenuta obteve Ideb de 5,8 e a Cristo Rei, 5,4. Individualmente, no entato, a melhor média no ensino médio público em SC é do Instituto Federal Catarinense, de Blumenau, com Ideb de 6,4.

    Nas redes municipais, 44% melhoraram as notas nos anos iniciais

    Das 259 cidades de SC que tiveram as redes municipais avaliadas nos Idebs 2017 e 2019, 114 (44%) melhoraram a nota nas turmas de séries iniciais do ensino fundamental (1º a 5º ano). Mas 107 registram queda no conceito e 38 mantiveram a mesma média. 

    Destaque para Princesa e São José do Cerrito que aumentaram a nota em 1,4 ponto. Já Santiago do Sul reduziu a nota em 1,3 ponto, a maior perda no Estado para essa etapa de ensino.

    > UFSC retoma aulas pela internet após cinco meses de suspensão

    Nos anos finais, aumento de nota ocorreu em 54,6% dos municípios

    Já nos anos finais das redes municipais, 130 cidades foram avaliadas em 2017 e 2019 pelo Ideb. Desses, 71 (54,6%) tiveram aumento na nota, 43 registraram queda e 16 mantiveram o mesmo conceito.

    Os melhores desempenhos foram em Siderópolis (aumento de 1,8 na nota) e Braço do Trombudo, que acrescentou 1,5 ponto. Já Orleans teve a maior perda (-1,3 ponto), seguido de Ilhota (-1,2) e Passo de Torres (1,1).

    Ensino médio público melhorou a nota em 120 cidades

    Na média do Ideb da rede pública em Santa Catarina, o ensino médio apresentou avanço em 120 cidades das 139 que tiveram escolas avaliadas em 2017 e 2019. No ensino médio público, são consideradas as escolas das redes estadual, federal e municipal, embora sejam mais raras.

    O maior avanço ocorreu em Bocaina do Sul, Petrolândia, Santiago do Sul, Tunápolis e Salete. Essas cidades apresentaram avanço de 1,7 ponto em relação à média apresentada no Ideb 2017 do ensino médio público.

    Em 10 cidades, a média se manteve, mas em 19 houve piora no conceito de 2019 em relação a dois anos antes. A maior queda foi registrada em Gaspar, no Vale do Itajaí, que teve redução de 1,2 ponto na nota média do ensino médio público.

    > UFSC pode perder R$ 26 milhões do orçamento de 2021 com corte do MEC

    Veja mais sobre o Ideb 2019:

    > Ideb 2019: veja lista completa de resultados por escola

    > Ideb 2019: SC tem 8 escolas entre as 100 primeiras com maiores notas do país

    > Ideb 2019: SC melhora nota no ensino médio, mas recua no ensino fundamental

    > Ideb 2019: ‘Precisamos concentrar mais esforços nos anos finais’, avalia secretário

    > As melhores escolas de Blumenau, segundo o Ideb

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Educação

    Colunistas